INSS amplia atendimento a segurados nos postos

Quem não consegue resolver pedido por telefone ou aplicativo pode agendar atendimento a partir desta quinta-feira (15); saiba como fazer

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vai começar, a partir desta quinta-feira (15), a fazer agendamentos para atendimento presencial dos segurados que não conseguirem realizar serviços do órgão pelo telefone 135 e aplicativo.  

A iniciativa foi criada por meio da Portaria nº 908, que foi publicada nesta terça-feira (13) em Diário Oficial da União. O texto estabelece o novo serviço “Atendimento Especializado", que serve para resolver problemas que não podem ser tratados pelos canais remotos.

O INSS informou por meio de um comunicado que o “Atendimento Especializado” “vai permitir que muitas pessoas, que não estavam conseguindo atendimento presencial por conta da pandemia, sejam atendidas numa agência do INSS, com horário marcado e toda a segurança”.

Como fazer agendamento presencial do INSS?

Uma senhora de cabelo branco curto e blusa rosa fala ao celular enquanto segura um tablet com a outra mão e sorri em direção ao aparelho 

Saiba como fazer um agendamento especializado do INSS. Eis abaixo as instruções:

  • Primeiro, a pessoa interessada precisa ligar para o telefone 135; 

  • Em seguida, o atendente vai analisar a solicitação dessa pessoa interessada; 

  • Se a situação se enquadrar nos casos listados na portaria, o agendamento será realizado. 

Vale lembrar que o agendamento também pode ser feito diretamente nas agências, para uma data próxima, caso o cidadão não tenha condições de fazer o pedido pelo telefone 135. 

No entanto, num momento de pandemia, pode ser melhor tentar antes a via telefônica para resolver o agendamento sem precisar sair de casa.

Veja abaixo quais serviços podem ser agendados

Uma senhora com blusa listrada de manga comprida segura um tablet e sorri ao olhar para o aparelho

Para ser contemplado com o atendimento especializado, é necessário estar pedindo por serviços que estejam listados na portaria. 

Veja abaixo quais são os casos que garantem o agendamento do Atendimento Especializado, de acordo com o INSS:

  • Apresentar Contestação de Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário (NTEP), um método que identifica quais doenças e acidentes estão relacionados com determinada prática profissional;

  • Atendimento solicitado por pessoas com necessidades especiais: maiores de 80 anos de idade, com deficiência auditiva ou visual;

  • Órgão mantenedor inválido, impossibilitando a solicitação de serviços (ocorre quando a autoridade competente não é mais válida, o que impossibilita a solicitação de serviços por outras formas diferentes da presencial);

  • Requerimento concluído sem atendimento ao solicitado, relacionado a falha operacional não vinculada à análise do direito;

  • Consulta à consignação administrativa;

  • Ciência do Cidadão Referente à Necessidade de Inscrição no CadÚnico;

  • Solicitar Retificação da Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT), que é feito pelo empregador às autoridades competentes, quando ocorre algum acidente de trabalho com o funcionário ou é acometido por alguma doença relacionada à prática profissional;

  • Parcelamento ou impugnação à cobrança administrativa / MOB PRESENCIAL;

  • Pensão Especial Vitalícia da pessoa com Síndrome da Talidomida;

  • Pensão Mensal Vitalícia do Seringueiro e seus Dependentes;

  • Pensão Especial das Vítimas de Hemodiálise de Caruaru; e

  • Impossibilidade de informação ou de conclusão da solicitação pelos canais remotos.