Consumo consciente: como isso pode te ajudar — e ajudar o mundo

O consumo sustentável ajuda a reduzir a quantidade de lixo, reaproveitar materiais e ainda traz economia, além de outros benefícios

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

  

Em vez de comprar só por desejo, que tal repensar a maneira de adquirir produtos e buscar um jeito mais sustentável de consumir? Essa é a ideia principal do consumo consciente, um conceito relativamente recente, mas que tem ganhado cada vez mais destaque.

Isso porque é preciso se preocupar com o uso de recursos naturais no mundo, com a poluição, produção de lixo, evitar desperdício e com outras questões sociais que têm relação com aquilo que compramos. Afinal, a produção de mercadorias envolve etapas como:

  • Uso de matérias-primas e recursos naturais;

  • Trabalho de diferentes tipos de profissionais;

  • Produção e uso de embalagens;

  • Transporte e comercialização das mercadorias;

  • Descarte dos resíduos ou produtos após o consumo.

Imagine todas as etapas envolvidas na produção de uma camiseta de algodão: é preciso plantar e colher esse algodão, transformá-lo em tecido, costurar esse material para fazer as camisetas, aplicar tintas e estampas, embalar a mercadoria e transportá-la para a loja.

Tudo isso é um processo bem resumido antes de chegar ao consumidor final e em todas as etapas há uso de água, recursos naturais e diversos outros produtos. Cada fase traz impactos ambientais e sociais que podem ser ruins para o planeta.

O que é consumo consciente?

Foto mostra mulher olhando com atenção para prateleira em corredor de supermercado. A mulher é negra, tem cabelo crespo grande e veste jaqueta preta, e tem prateleiras de supermercado e parede bege ao fundo.

O consumo consciente, também chamado por consumo sustentável, é uma forma de repensar nossa forma de consumir. A ideia é despertar a consciência das pessoas para problemas que o consumo sem controle pode trazer para a natureza e para a sociedade.

Existe até o Dia do Consumo Consciente, 15 de outubro, criado pelo Ministério do Meio Ambiente em 2009. A data marca a proposta para conscientizar a população para os problemas gerados pela atual forma de produzir e consumir produtos.

A proposta é que todos atuem de forma solidária e voluntária para que o planeta se recupere do impacto gerado pelo nosso modo de vida. Com mais consciência  no consumo, é possível preservar o meio ambiente e melhorar a nossa qualidade de vida.

Por que o consumo consciente é importante?

foto de praia poluída com garrafas plásticas e outros tipos de lixo, com mar e árvores ao fundo.

Problemas como poluição, fenômenos naturais extremos como secas ou excesso de chuvas, falta de água potável e muitos outros são uma realidade causada pelas mudanças climáticas, processo que altera os regimes climáticos de temperatura e chuvas do planeta.

Essas alterações  são consequência de gases gerados pela ação humana, em indústrias, queimadas, desmatamento ou na poluição gerada pela queima de combustíveis que acontece nos carros, por exemplo.

Tudo isso pode ser atenuado com uma atitude mais consciente em relação ao consumo. De forma individual, é possível contribuir para reduzir a poluição e o impacto da vida humana no planeta.

Segundo dados do Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil 2020, feito pela Abrelpe (Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais):

  • No Brasil, foram geradas 79,1 milhões de toneladas de lixo em 2019;

  • Cada brasileiro produz, em média, 379,2 kg de lixo todos os anos;

  • Por dia, isso dá uma produção de mais de 1 kg de lixo.

Além disso, a humanidade produz mais de 2 bilhões de toneladas de lixo por ano, segundo a ONU (Organização das Nações Unidas) Ao mesmo tempo, o aumento da população mundial pode agravar o problema. 

“Se a população global de fato chegar a 9,6 bilhões em 2050, serão necessários quase três planetas Terra para proporcionar os recursos naturais necessários a fim de manter o atual estilo de vida da humanidade”, diz o Banco Mundial.

Tudo isso mostra como precisamos repensar urgentemente a forma como consumimos tudo o que precisamos para viver. É possível ser mais sustentável todos os dias com mudanças que, se todo mundo adotar, podem fazer grande diferença para o planeta.

9 dicas para você adotar o consumo consciente

Foto de um homem sorrindo ao escolher vegetais em supermercado. O homem é negro, tem cabelo crespo, veste jaqueta cinza e camiseta vermelha e segura na mão direita um cesto de compras. Ao fundo, cartaz azul de supermercado.

  1. Reflita sobre a sua forma de consumir

Será que você realmente precisa de tudo o que quer comprar? Muitas vezes, compramos por vício ou por impulso, sem pensar nas consequências. Para ser mais sustentável no consumo, reveja seus conceitos para consumir menos e melhor.

  1. Preocupe-se com a origem dos produtos

Além de não comprar produtos falsificados, que trazem riscos para a sua segurança, preocupe-se com a origem daquilo que compra. Veja se a marca tem um processo de produção sustentável e que não prejudica ou busca reduzir o impacto no meio ambiente, por exemplo.

  1. Faça uma lista de compras

A lista de compras ajuda a evitar levar para casa produtos por impulso ou comprar além do necessário. Além disso, fazer a lista é uma boa forma de economizar dinheiro nas compras do supermercado.

  1. Reduza a produção de lixo

Foto com duas pessoas, que aparecem do pescoço para baixo, jogando resíduos dentro de uma lixeira de coleta seletiva. Uma das pessoas veste camisa azul e calça jeans, e a outra camiseta branca e calça preta. 

Comprar menos produtos ajuda a diminuir o lixo gerado por embalagens. Além disso, procure adquirir mercadorias que não possuem tanto plástico ou papel, pois tudo isso vai para o lixo depois. 

  1. Reutilize embalagens e outros objetos

Reutilizar é uma forma de gerar menos lixo e, também, de aumentar a vida útil de vários objetos. Em vez de jogar fora uma garrafa de vidro, por que não transformá-la em garrafa de água ou mesmo em um vasinho de flores? Reutilize tudo que for possível.

  1. Recicle tudo o que puder

A reciclagem também é fundamental no consumo consciente, pois transforma resíduos que virariam lixo em novos objetos. Latas, vidro, papel e plástico são reciclados e, em vez de poluírem a natureza, se tornam outros objetos.

  1. Compre produtos econômicos e duráveis

Adquirir produtos que duram mais evita o descarte excessivo. Por isso, vale investir em itens que funcionarão por mais tempo. Também é bom procurar produtos (eletrodomésticos, por exemplo) com o Selo Procel de Economia de Energia, que são mais econômicos.

  1. Conserte em vez de substituir

Se um ventilador quebrou, que tal consertá-lo em vez de comprar um novo? Muitos itens que compramos podem ser reformados. Além de gastar menos do que adquirir um item novo, você prolonga a vida útil do objeto e evita mandá-lo para o lixo.

  1. Economize água e energia

foto de uma mulher lavando louça. A mulher é branca, tem cabelo liso preto, usa camiseta branca e calça jeans. Está diante de pia de cozinha com objetos de cozinha ao seu lado e janela ao fundo.

Economizar água e energia elétrica são boas práticas do consumo sustentável. Isso porque os dois recursos são escassos e dependem de fatores naturais, como a chuva. Logo, adote hábitos que evitam o desperdício de água e energia.

Após entender o que é consumo consciente e como ele ajuda o planeta, que tal saber mais sobre mudanças de estilo de vida que são positivas para as pessoas? Entenda como uma vida minimalista pode te dar mais tranquilidade financeira.