Meninas que queiram programar podem fazer curso gratuito na USP

Curso é voltado a estudantes do final do ensino médio ou co esse nível já concluído. Inscrições vão até o dia 3 de janeiro de 2022

Renda
Extra
Por Redacao PAN

A USP (Universidade de São Paulo) mantém um programa voltado a formar  meninas programadoras, com objetivo de fornecer às alunas a oportunidade de desenvolver habilidades de programação e motivar o ingresso em carreiras de computação. 

As inscrições para as turmas de 2022 desse programa podem ser feitas pelo sistema da faculdade e estão abertas  até o dia 3 de janeiro de 2022. Em 2022, cada turma tem 100 vagas.

As aulas começam pouco depois, no dia 8 de janeiro. Vão até o dia 29 do mesmo mês. A carga horária do curso, que mistura teoria e prática, é de 40 horas. 

Veja abaixo as informações principais de realização do curso:

  • Curso: 100% online

  • Duração: 22 dias

  • Sessão preparatória: apresentação e familiarização com as plataformas utilizadas

  • Aulas: 3 horas de aulas ao vivo por semana, aos sábados das 14h às 17h

  • Aulas de exercício: ao vivo (Google Meet), 2 horas/semana, com opções de horário (segunda-sábado)

  • Tarefas individuais: 1 hora diária (segunda-sábado)

  • Acompanhamento: Google Classroom

  • Critério de Aprovação e emissão de Certificado: serão aprovadas e receberão certificado as alunas que 

    • tiverem pelo menos 75% de frequência nas aulas aos sábados

    • realizarem pelo menos 75% das atividades propostas nas tarefas on-line

O público-alvo do curso são estudantes do Ensino Médio ou candidatas que já concluíram o ensino médio.

Além disso, é necessário se identificar com o gênero feminino ou não-binário.

A USP diz que será dada prioridade a alunas do 3º ano do Ensino Médio; alunas de escolas públicas e particulares que usufruam de bolsa; e concluintes do ensino médio que não  estejam matriculadas em curso superior

Saiba os requisitos para participar do curso

Uma jovem com cabelo cacheado, blusa amarela, mochila azul nas costas, segura uma pasta amarela e sorri 

A USP ainda informou que serão matriculadas apenas as alunas que confirmarem interesse por meio de participação na primeira aula.

Além disso, as estudantes devem ter acesso a computador com internet para:

  • frequentar as 4 aulas ao vivo aos sábados (75% frequência mínima)

  • participar de 2 horas de aula de exercícios, ao vivo (75% frequência mínima), com 32 horas de opções de horário (manhã, tarde, noite - segunda a sábado) 

  • entregar tarefas em plataforma online (75% participação mínima)

  • realizar a atividade avaliativa realizada no final da última aula ao vivo (nota mínima 5.0)

Saiba ainda como conseguir uma bolsa universitária, parcial ou integral, numa universidade particular.