Como funciona um home broker e por que esse recurso é importante

Saiba mais sobre esse sistema utilizado por quem investe na Bolsa de Valores

Renda
Extra
Por Redacao PAN

 

Quem já investe ou quer começar a investir na Bolsa de Valores pode ter se deparado com o termo home broker. Mas o que seria isso?

De forma resumida, é o sistema que possibilita a compra e a venda de ações e de outros ativos, de renda variável ou fixa, pela internet, a depender do que a corretora de valores escolhida oferece em sua carteira.

O recurso apresenta várias vantagens para pessoas físicas e jurídicas que querem investir na Bolsa de Valores e substituiu as negociações realizadas por telefone, que fazem parte do imaginário relacionado ao ambiente do mercado de ações.

Entenda o que é o home broker, como funciona esse sistema, os benefícios que traz para quem realiza investimentos.

O que é home broker?

O home broker é um sistema criado em 1999, com o objetivo de facilitar a conexão entre quem deseja investir na Bolsa de Valores e as empresas que comercializam ativos.

Com o home broker, a compra e venda de ativos negociados na Bolsa acontece de maneira digital, pela internet. Isso quer dizer que dá para adquirir ações, ativos de fundos imobiliários, fundos de índice ou mesmo CDBs (Certificado de Depósito Bancário) pela plataforma.

Ele substituiu o modo analógico de negociações, que era realizado por meio de ligações telefônicas direcionadas à chamada mesa de operações, que agrupava corretores e ficava localizada na Bolsa de Valores, em São Paulo.

Como funciona o home broker?

mãos seguram um celular. Na tela, cotação de ações, com gráficos diversos, representando um sistema Home Broker

 

O sistema home broker é usado por corretoras que fazem o meio de campo entre pessoas ou empresas que querem realizar investimentos, empresas que negociam ativos e a B3 –responsável pela organização de ativos na Bolsa de Valores.

Por isso é necessário abrir uma conta em uma corretora que tenha uma plataforma home broker.

Após criá-la, é possível realizar operações de compra e venda de ativos financeiros diversos, além de acompanhar investimentos já realizados.

Vantagens de usar o sistema home broker?

Existem diversos benefícios que o sistema home broker trouxe para a negociação de ativos. Além de mais segurança nas transações, o recurso traz vantagens como:

Mais autonomia para quem investe

Em vez de depender de operadores para escolher ativos, qualquer pessoa que tenha uma conta em corretora consegue aplicar recursos nos investimentos que desejar. Só é recomendável tomar algumas precauções para começar a investir, como organizar o orçamento e iniciar as aplicações em investimentos mais seguros.

Mais praticidade e agilidade

Como o home broker pode ser acessado pela internet, é possível investir de qualquer lugar. Diversas corretoras disponibilizam tanto sites quanto aplicativos para acessar a plataforma, visualizar investimentos e comprar ou vender ativos.

Mais possibilidades de investimento

Dá para colocar recursos em diversos tipos de aplicações, o que ajuda a diversificar a carteira de investimentos.. Além de ações, você pode investir em fundos ou CDB, como já mencionamos.

Mais controle sobre carteira de investimentos

O home broker também aumenta o controle que investidores têm de suas carteiras, pois conta com funcionalidades para acompanhar a variação de preços e os ativos que a corretora disponibiliza para investimento.

Saldo disponível para usar em aplicações e a rentabilidade são outras informações que podem ser apresentadas.

Mais economia relacionada às taxas de corretoras

As corretoras cobram, em geral, taxas de corretagem em operações. Com o home broker elas têm menos custos para fazer a gestão de ativos, em comparação ao modelo de mesa de operações. Por isso, elas podem cobrar valores menores, o que é vantajoso para o bolso de quem investe.

Como escolher o melhor home broker do mercado?

Mulher segura caneca em uma das mãos enquanto olha para a tela do celular, o qual ela segura com a outra mão.

Na hora de escolher o melhor home broker do mercado, é necessário entender aspectos que farão a diferença no momento de investir e acompanhar aplicações. Entre os principais pontos a analisar, estão:

  • O valor da taxa de corretagem ou eventual taxa de custódia que a corretora cobra;
  • As funcionalidades e ferramentas que a plataforma da corretora oferece para investidores, como gráficos ou alertas de acompanhamento de aplicações;
  • A reputação da corretora, especialmente em relação a casos de vazamento de dados ou perdas financeiras;
  • A estabilidade da plataforma, que deve ser a maior possível, para evitar problemas no processamento de aplicações, por exemplo;
  • Se a corretora fornece orientações, dicas e outras informações importantes que podem ajudar na tomada de decisão relacionada aos investimentos.

Quem começou ou pensa em entrar no universo dos investimentos deve entender o que dever ser levado a sério ou não em relação às aplicações. Descubra 7 mitos e verdades!