X

Receba nossa
newsletter:

Quais assuntos você tem interesse?

Cadastro realizado

Erro no cadastro

Selecione seus interesses

Assinar a Newsletter

O que é o PIX?

Mais crédito
para você
Por Rodrigo Chiodi
O Banco Central do Brasil anunciou em fevereiro de 2020 o lançamento do PIX: um novo meio de pagamento online. Essa será mais uma opção dentro das operações de pagamento que você já conhece: TED, DOC, cheque, boleto etc.

De acordo com o cronograma do Banco Central o PIX será lançado oficialmente em novembro de 2020.

Mas qual o diferencial do PIX?

Ele traz o conceito de pagamento instantâneo para o Brasil, possibilitando transferências monetárias eletrônicas entre diferentes instituições financeiras, de forma online.

Com o PIX você poderá realizar um pagamento 24 horas por dia, sete dias por semana
. Isto significa que você vai poder fazer uma transferência entre contas mesmo durante finais de semana e feriados.

Essas transações poderão ser feitas:
  • Entre pessoas;
  • Entre pessoas e estabelecimentos comerciais;
  • Entre estabelecimentos;
  • Para entes governamentais, no caso de impostos e taxas.
Suponha que você faça uma transferência para uma pessoa que tem conta em outro banco. Normalmente, o DOC feito em um dia, fica disponível somente no dia seguinte. Com o PIX, a transferência será realizada instantaneamente, ou seja, o valor estará estar disponível na conta do recebedor em poucos segundos.
 
Quais as vantagens do PIX?

Dentre as inúmeras vantagens, o Banco Central destaca sete características:
  • Disponibilidade dos pagamentos, que serão instantâneos e poderão ser feitos 24 horas por dia, sete dias por semana, 365 dias por ano;
  • Conveniência pela experiência é facilitada para o usuário;
  • Velocidade, já que os recursos ficarão disponíveis em poucos segundos;
  • Segurança das transações, que terão como base a Rede do Sistema Financeiro Nacional (RSFN);
  • Ambiente aberto, o que permite a participação de mais empresas que prestem serviço financeiro para os consumidores;
  • Multiplicidade de casos de uso, o que significa realizar pagamento de qualquer tipo e valor;
  • Fluxo de dados com informações agregadas, de modo que mais informações sejam fornecidas além do valor da transação apenas.
O Banco Central criou uma página com mais algumas dicas de como essa nova modalidade de pagamento instantâneo poderá ajudar os consumidores no dia a dia. A FAQ (perguntas e respostas) está disponível aqui.

Ressaltamos que o Banco Central não vai extinguir boletos, DOC, TED e os demais meios atuais de pagamento. O PIX está chegando para somar!

Portanto, a partir de novembro, prepare-se: em breve o PIX vai revolucionar e facilitar a experiência dos pagamentos e recebimentos online.

Comentários

0 comentários