Quer aproveitar a Black Friday 2021 para vender mais? Confira dicas e se prepare!

Aproveite o nosso mini guia com 9 dicas que podem te ajudar a preparar o seu negócio para a Black Friday

Renda
Extra
Por Redacao PAN

Uma das datas mais aguardadas pelo comércio, a Black Friday abre o calendário de vendas de final de ano e pode ser uma boa oportunidade para aquecer os negócios. Mas você sabe como vender na Black Friday?

Em 2020 a data teve um total de R$ 5,1 bilhões em faturamento, representando um crescimento de 31% nas vendas online referente ao mesmo período do ano anterior, segundo dados do relatório da NeoTrust, Compre e Confie e Clear Sale divulgado em dezembro de 2020.

Com os dados comprovando o sucesso da data, montamos um guia de como preparar o seu negócio para não perder nenhuma venda.

Afinal, como vender na Black Friday?

1.Faça uma pré-campanha

A divulgação é a alma do negócio. Se você pretende participar da Black Friday é importante avisar aos seus clientes com antecedência.

Faça posts nas redes sociais, envie e-mails e comece a mudar a cara do seu site para informar que no dia da Black Friday terão descontos especiais. Assim o seu cliente saberá exatamente para onde ir quando chegar a hora.

2.Avalie o site dos concorrentes

Entender o que os seus concorrentes estão fazendo para aproveitar a Black Friday pode te dar alguma ideia de como trabalhar os seus produtos para atrair a atenção dos seus clientes.

E não estamos falando apenas da competição de preços: vale estudar como eles estão se comunicando. A divulgação acontece apenas no site? Ou também reforçaram a campanha nas redes sociais?

Também vale se cadastrar em suas bases de contatos para receber emails de promoções e entender como esse tipo de anúncio está sendo feito.

3.Prepare o estoque

Homem com prancheta pega tênis de parede em que vários tênis estão expostos em uma loja

Essa é uma dica muito importante! Antes de participar da Black Friday, confira como está o seu estoque de produtos. A etapa da conferência vai te ajudar a ter uma noção interna de seu negócio e entender o quanto você pode ofertar, sem sair no prejuízo.

Além disso, também ajuda a manter um controle de quantos itens estão disponíveis para evitar erros durante as compras. Lembre-se: você quer dar uma boa impressão ao seu cliente.

4.Certifique-se da capacidade do site

O seu site está preparado para grandes demandas? É importante verificar se o tempo de carregamento está adequado.

Na Black Friday a concorrência é grande. Então se o seu site demora para abrir a página da oferta e o de seu concorrente é mais rápido no gatilho, seu cliente pode abandonar a intenção de comprar com você.

É importante otimizar o site e as páginas dos produtos para que os usuários tenham uma experiência de compra agradável e eficiente.

O Page Speed Insights do Google pode te ajudar a entender qual é o tempo que o seu site demora para abrir uma página, em tempo real.

5.Escolha os canais de marketing

Pessoa, desfocada na imagem, mexe em laptop onde aparece a expressão Black Friday com ofertas sob ela

Como será feita a divulgação das promoções de Black Friday que você vai realizar? Aqui existem diversos formatos que é possível utilizar para potencializar ainda mais as suas vendas.

E-mail marketing para a sua base de contatos com algumas ofertas, anúncios nas redes sociais, banners no site avisando sobre promoções especiais e muito mais.

6.Reforce o setor de atendimento

O atendimento ao cliente é um setor que precisa estar sempre muito bem alinhado com as expectativas dos consumidores. Isso significa que o cliente não espera mais ser atendido com roteiros prontos. Ele quer sentir que aquele contato é próximo e personalizado.

Por isso, construa uma linguagem que seja amigável e aproveite os feedbacks dos clientes para melhorar processos no futuro.

Outro ponto de atenção: no dia da Black Friday, imprevistos podem acontecer. O seu time de atendimento, ou as pessoas responsáveis por essa área em sua empresa, precisam estar prontas para solucionar os problemas de forma rápida e inteligente.

Vendas que tiveram problemas para serem finalizadas, dificuldade no cadastro, falta de produto e outras situações que podem ocorrer ao longo da correria da data.

7.Diversifique os métodos de pagamento

Homem sorri ao olhar para celular que está em sua mão. Ele está de perfil

Na hora de finalizar a compra é importante que o seu cliente se sinta em um ambiente seguro e eficiente. Ofereça diversas opções de pagamento, sejam elas cartão, crédito, PIX ou  boleto.

É possível, inclusive, trabalhar descontos ainda maiores para quem realizar compras no PIX, boleto ou no pagamento à vista com o cartão.

8.Seja transparente e ofereça descontos reais

“Black Fraude”, “Tudo pela metade do dobro” e outras “piadas” que surgiram nos eventos anteriores com esse tipo de prática  não devem fazer parte da sua realidade.

Consumidores aproveitam a data para comprar produtos de valor elevado com os melhores preços. Seja transparente com o que você está vendendo. Se vai dar desconto, dê um desconto que realmente pareça vantajoso.

Dessa forma o cliente se sentirá satisfeito com a experiência que ele teve em sua loja e voltará outras vezes para realizar novas compras.

9.Monitore as redes sociais 

Mulher sorri ao olhar laptop. Els segura um celular na mão, que está apoiada na mesa onde está o notebook.

Acompanhe as suas redes sociais e veja o que as pessoas estão falando sobre as suas promoções e seus produtos.

É por ali que muitos clientes aproveitam para registrar algum problema durante a compra ou possíveis insatisfações com os produtos.

Atente-se para solucionar os problemas com agilidade para não perder a venda e mostrar a outros usuários que a sua loja está sempre preocupada em atender aos clientes com rapidez e eficiência.

E como empreendedores também podem ser clientes, veja como fugir dos golpes aplicados na Black Friday com descontos falsos e propagandas enganosas.