Confira como calcular a taxa de juros em um financiamento

Veja ainda se é possível reduzir juros em financiamento de veículos

Mais crédito
para você
Por Redacao PAN

  

Na hora de comprar um carro, você pode contar com um financiamento para realizar o pagamento em parcelas, caso não exista a possibilidade de pagar o veículo de uma só vez. Mas, antes de apostar nessa modalidade de crédito, é preciso entender como calcular a taxa de juros de um financiamento para entender o que você vai pagar. 

O financiamento é uma forma de pagamento bastante utilizada pelos brasileiros. Segundo informações do boletim da Anef (Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras) divulgado no 1º semestre deste ano de 2021, 50% dos veículos adquiridos pelo consumidor foram comprados por meio do financiamento. 

O que é financiamento de veículos mesmo?

Realizar a compra de um carro é um investimento alto, que demanda planejamento financeiro. Por isso, apostar em um financiamento pode ser um caminho para concretizar esse objetivo. 

O financiamento funciona como um empréstimo que o cliente consegue em uma instituição financeira para comprar o automóvel e pagar em parcelas durante um período determinado. 

Funciona assim: quando você vai realizar a compra, a instituição repassa o dinheiro para a loja ou concessionária e te cobra o valor mensalmente, com acréscimo de juros, tarifas e seguros, além do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras),  que compõem o valor da parcela. 

Esse valor pode variar de acordo com o contrato escolhido. A instituição apresenta opções de parcelamento mais longo, com parcelas mais baixas - mas, em geral, com taxas de juros mais altas - ou prestações maiores, com prazo para pagamento menor - nesse caso, em geral, com taxas de juros menores. 

O cliente, então, avalia qual a melhor proposta para sua realidade e orçamento e opta pela que se encaixa melhor. 

Como calcular a taxa de juros em um financiamento

 

 foto de alarme de carro de cor preta em cima de mesa, com uma pessoa ao fundo, desfocada, escrevendo em papéis.

 

O Banco Central do Brasil oferece um serviço chamado “Calculadora do Cidadão”. Com ela é possível fazer uma simulação para descobrir algumas informações sobre o quanto você irá pagar durante o seu financiamento, como taxa de juros, valor das parcelas e o total financiado. Veja abaixo como funciona:  

Acesse o site da calculadora e clique na opção “financiamento com prestações fixas” para encontrar a tela de cálculo. 

Você verá um quadro com algumas opções: número de meses (que equivale a quantidade de parcelas que você deseja financiar), taxa de juros mensal, valor da prestação (considerando uma operação sem valor de entrada) e o valor total que será financiado. 

Para que você entenda melhor, vamos a um exemplo: 

Se você está pensando em comprar um veículo no valor de R$ 70 mil e a empresa financiadora oferece um contrato de 72 meses com parcelas fixas de R$ 1.500, insira esses valores na calculadora e deixe o campo das taxas de juros em branco.

Ficará mais ou menos assim: 

  • Número de meses: 72

  • Valor dos juros: a descobrir

  • Valor da prestação: R$ 1.500,00

  • Valor total financiado: R$ 70.000,00

Logo, o resultado que o sistema mostrará será:
Valor total do financiamento: R$ 108.000,00, sendo R$ 38.000,00 de juros e uma taxa de 1,29% ao mês. 

Antes de assinar o financiamento, é importante que você se informe sobre qual é a taxa cobrada e o que você está pagando. Essas informações devem estar presentes no contrato que você irá assinar, por isso, leia-o sempre com bastante atenção. 

É possível reduzir a taxa de juros de um financiamento?

foto de homem sorrindo enquanto olha para o celular que segura na mão esquerda, usando calculadora com a mão direita. Em sua frente, uma mesa com notebook ao lado esquerdo e xícara de café à direita. O homem é negro, com cabeça raspada, usa óculos e veste camisa cinza e branca.

Uma forma de conseguir juros mais baixos é dar uma entrada maior no financiamento. Quanto menor o valor a ser financiado, menor tende a ser a taxa cobrada pelo banco.

Se você já fechou o contrato e está pagando o crédito, uma forma de reduzir os juros, as parcelas, o tempo de pagamento ou todos é amortizar parte do financiamento de maneira antecipada.

Isso significa pagar antes uma quantia que seria quitada mais para a frente. Em alguns casos, além de reduzir o número de parcelas, pois elas já estão pagas, você consegue uma redução também no valor das prestações ou na taxa. 

Converse com a instituição em que você fechou o contrato para saber as opções.

O PAN oferece financiamento de veículos, para dar uma forcinha para realizar o seu sonho de ter um carro na garagem. Entenda como financiar um veículo com até 20 anos de fabricação que pode ser pago em até 60 vezes.