Receita alerta para fraude via correspondência que pede regularização cadastral

Golpistas mandam carta falsa com logo do órgão oficial para extrair informações pessoais e financeiras. Saiba como evitar

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

Pode parecer estranho num momento em que cresce o uso de aplicativos de mensagens e do PIX como meio de pagamentos, mas as fraudes via correspondência estão aumentando. 

Tanto é assim que a Receita Federal emitiu um novo alerta sobre golpes na última sexta-feira (20). Veja abaixo como é o passo a passo da ação dos golpistas:

  • No mesmo modelo das fraudes por e-mail, golpistas enviam cartas que se intitulam “Intimação para regularização de dados cadastrais”.

  • Essas correspondências têm o logotipo e o nome da Receita Federal para ganharem aspectos de algo confiável.

  • As cartas direcionam a vítima para um endereço na internet que não é um canal oficial da Receita Federal.

A finalidade do golpe é tentar extrair da vítima dados pessoais e financeiros para aplicar outros golpes. 

Portanto, se você receber uma correspondência assim, não entre no endereço de internet indicado, muito menos insira seus dados pessoais ou bancários. 

Como fazer regularização cadastral na Receita

A Receita Federal informou ainda que as pessoas que precisarem fazer alterações, regularizações e consultas cadastrais devem usar o site da Receita. 

Essas atualizações cadastrais estão disponíveis no portal?e-CAC,?para acesso somente pelo próprio contribuinte ou seus procuradores legais. 

Vale lembrar que é possível acessar o e-CAC gerando um código de acesso, caso a pessoa interessada não possua certificado digital.

Cuidado para não cair em golpes

Um homem sentado no chão de casa, recostado no sofá e com um laptop no colo fala ao telefone com expressão de preocupação

 

 

Golpes como este para qual a Receita emitiu alerta são muito comuns, assim como fraudes por e-mail ou WhatsApp. Por isso, é importante tomar alguns cuidados para evitá-los.

Veja abaixo algumas dicas de segurança para não cair em golpes:

  • Se necessário, entre em contato com os pelos canais oficiais do órgão mencionado para confirmar a informação que você recebeu ;

  • Antes de clicar num link, cheque se quem enviou aquela mensagem é mesmo confiável;

  • Fique sempre bem informado, porque uma das melhores formas de se prevenir de um golpe é saber que ele existe;

  • Não coloque informações pessoais ou bancárias, muito menos realize pagamentos, se não tiver certeza absoluta sobre o link que você recebeu e sobre quem o enviou.