OPINIÃO: 7 passos para se livrar das crenças limitantes sobre o dinheiro

Por Redacao PAN

02_Mobile_Crensas_Limitantes.png

As crenças são os ensinamentos, padrões, frases, influências religiosas ou da sociedade que ouvimos frequentemente. Ou seja, as crenças são as “supostas verdades” que nos são ditas e que adotamos como verdades absolutas.

Normalmente, a maioria das crenças nos foram apresentadas na infância e por aqueles que mais amamos, confiamos e acreditamos: nossos pais!

Na infância aprendemos que “dinheiro é sujo”. Logo, se é sujo, é ruim e feio e não queremos nem devemos falar a respeito. E assim foi se criando o tabu de falar sobre dinheiro que hoje é considerado um dos maiores assuntos tabus entre os brasileiros.  

À medida que crescemos, crescem também a quantidade de crenças sobre o dinheiro: “dinheiro não traz felicidade”, “dinheiro não dá em árvore”, “dinheiro é a raiz de todos os males”, “todo rico é desonesto”, “só é rico quem nasceu rico”, “se ficou rico é porque fez algo ilícito”, “ricos não entram no céu” e por aí vai.

Logicamente, nossos pais e antepassados não fizeram por mal. Eles apenas reproduziram o que ouviram e a maneira com que foram ensinados. Contudo, se o ciclo não for rompido em algum momento, essas crenças vão se perpetuando de geração em geração.

Homem sentado em frente a uma mesa olha para celular que está em sua mão direita e apoia o queixo com a esquerda
As crenças limitantes sobre o dinheiro agem no nosso subconsciente e, sem que percebamos, determinam a relação que temos com nossas finanças, definem nossa qualidade de vida e, muitas vezes, nosso sucesso ou insucesso.

Entretanto, por mais limitantes que sejam as crenças, é sim possível livrar-se delas. Não é tarefa fácil eliminar as crenças, mas, se tivermos a condição principal para todo processo de mudança que é VONTADE, isto é totalmente viável.

As crenças estão “gravadas” em nosso subconsciente e como todo processo de mudança implica escolhas e etapas.

Abaixo apresento os sete passos decisivos para o sucesso no processo de eliminação das crenças limitantes sobre dinheiro. 

Passo 1 – Conhecer e Reconhecer

Homem de perfil segura caneca enquanto olha por uma janela
Como em todo processo de mudança, é essencial conhecer e reconhecer a situação atual para chegar a uma situação desejada. Por isso, este é o primeiro passo. É necessário conhecer como as crenças são criadas, que elas existem e reconhecer que elas também atuam sobre você.

Passo 2 – Identificar

Identificar é um passo que demanda bastante reflexão, pois é necessário não apenas identificar, mas também analisar como cada crença limita e atrapalha a sua vida. Pense a respeito, busque em sua mente situações e liste todas as crenças que você percebe que possui, anotando ao lado de cada crença um exemplo de como ela atrapalhou a sua vida em algum momento. 

Passo 3 - Querer

Depois de conhecer, reconhecer e identificar, é imprescindível querer eliminar as crenças limitantes de sua vida. Para isso, é essencial lembrar que todo o processo de mudança se inicia pela mente e você é a única pessoa que pode mudar seu mindset (sua mentalidade)!

Se você entender que precisa de auxílio para ir adiante, existem várias técnicas e terapias como processos de mentoria, coaching, PNL (programação neolinguística), tethahealing, dentre outras técnicas possíveis que podem lhe auxiliar no processo de identificação e eliminação de crenças. Contudo, qualquer que seja a técnica utilizada, ratifico que é imprescindível ter a vontade de eliminar a mentalidade de escassez, de dor e de dificuldade em relação ao dinheiro.

Passo 4 - Ser grato

Mulher sorri de olhos fechados enquanto coloca as mãos cruzadas sobre o peito
Quando se fala em crença, é inevitável falar de antepassados. Logo, quando você conhece e reconhece que crenças existem, identifica-as e quer realmente iniciar o processo para eliminá-las, é necessário também reconhecer que elas não lhe foram apresentadas intencionalmente ou com o intuito de lhe fazerem mal.

É essencial, para a nossa evolução, honrar nossos antepassados. Ter gratidão pelos ensinamentos e reconhecer que aquelas crenças foram importantes para que você chegasse até onde está, mas que neste momento elas não lhe servem mais.

Agora, você é adulto e pode se tornar protagonista de sua vida e ter a escolha! Então, tenha gratidão, pois “Gratidão é a memória do coração” e tem o poder de liberar o passado, reconhecendo o quão importante ele foi e, ao mesmo tempo, se abrindo para o novo.

Passo 5 - Questionar

Certamente você já ouviu a expressão “melhor que ter as respostas é saber fazer as perguntas”.

No processo de eliminação de crenças, após conhecer, reconhecer, identificar, querer e ser grato, é necessário que as crenças sejam questionadas uma a uma para que possamos entender que elas não são verdades absolutas, tornando assim possível eliminá-las.

Usarei três exemplos de questionamentos e oriento você a fazer o mesmo com cada uma das crenças identificadas:

  • “Dinheiro não dá em árvore” - Dinheiro por si só não dá em árvore mesmo, pois não pode ser plantado. Entretanto, é possível plantar arroz, feijão, batata, soja, milho etc., que serão colhidos, vendidos e se transformarão em dinheiro! Logo, será que não existe nenhum fazendeiro que viva muito bem e seja até rico? Sabemos que a resposta é sim!

  • “Só é rico quem nasceu rico” – O que é ser rico para você? Quantas pessoas ricas você conhece pessoalmente? Todas elas nasceram ricas?

  • “As pessoas ricas são chatas” – Quantas pessoas chatas você conhece? Liste-as. E, a partir daí, questione-se. Todos esses chatos são ricos? Certamente, sua resposta foi não.

Chatice é uma característica que não é exclusividade dos ricos. Assim como existem ricos chatos, há pobres tão chatos quanto. Além disso, ninguém ficou chato porque ficou rico. A verdade é que ele já era chato e apenas deixou transparecer a chatice ao ficar rico.

Enfim, questionar-se é um grande trunfo no processo de eliminação das crenças. 

Passo 6 – Neutralizar

Se você decidiu eliminar suas crenças limitantes e mudar seu mindset (mentalidade) em relação ao dinheiro e já seguiu os passos anteriores, para continuar avançando no processo é imprescindível saber neutralizar e, em alguns casos, até se afastar das pessoas com crenças limitantes ou extremamente negativas.

Quando essas pessoas são da família, amigos ou colegas próximos, o máximo que você pode fazer é buscar neutralizar a negatividade utilizando o poder da positividade e a firmeza de seu propósito através do entendimento de que cada um tem o seu momento, sua verdade. Para isso, tenha foco no seu propósito e nos benefícios de uma vida próspera e feliz.

Passo 7 - Reconstruir

Mulher sorri enquanto segura várias notas de R$ 100 dispostas em leque. A notas estão em primeiro plano
Tão poderoso quanto uma crença é outra crença! Agora que você já sabe como as crenças são construídas, você pode e tem o poder de construir novas crenças.

Nossa mente é poderosa (e também perigosa)! Então, devemos utilizá-la como aliada e podemos adotar novas crenças, utilizando frases afirmativas sobre dinheiro para RECONSTRUIR uma nova maneira de ver e lidar com o dinheiro, de forma a estar aberta a abundância, prosperidade e riqueza.

Exemplos de crenças positivas: “dinheiro é bom e me permite adquirir coisas que me proporcionam felicidade”, “mesmo os pobres podem acumular fortunas”, “eu vibro na abundância e sou próspero em todos os aspectos da minha vida” etc.

Lembre-se: É essencial DES-construir para RE-construir uma crença!

UBUNTU

Até o próximo artigo!

Dirlene Silva.

LinkedIn - Dirlene Silva

Instagram - @dirlene.economista

 

 

*Esse artigo é de autoria da colunista Dirlene Silva e não reflete necessariamente a opinião do Banco PAN.