Por que a conta de luz sobe no inverno e como economizar

Controle
Seus Gastos
Por Rodrigo Chiodi
A conta de luz normalmente aumenta no inverno. Isso acontece porque, no frio, alguns hábitos mudam. Por exemplo, quem usa chuveiro elétrico quase sempre muda da posição verão para a posição inverno, que consome até 30% mais de energia elétrica segundo a empresa de engenharia Dusol.

Para piorar, os banhos quentes ficam mais longos. Porque, você sabe, é gostoso tomar banho no inverno. Mas é aí que está o problema. O jornal A Gazeta, do Espírito Santo, usou dados da companhia de energia elétrica EDP para fazer um cálculo simples: cada 30 minutos a mais de chuveiro elétrico ligado por dia pode fazer a conta de luz aumentar até R$ 60,00 no fim do mês. Os valores variam em cada região do País, podendo ser mais baixos ou até mais caros em outros estados.

Meia hora a mais de banho por dia pode parecer muito, mas não é. Numa casa onde moram três pessoas, basta que cada uma estique o banho por dez minutos, em média. Sem contar que você provavelmente conhece aquela pessoa que passa uma temporada todos os dias debaixo do chuveiro.

O problema não para por aí. O custo da energia também aumenta em épocas mais frias. Como no inverno costuma chover menos em boa parte do Brasil, o nível dos reservatórios de água diminui. Por isso, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) quase sempre é obrigado a acionar as usinas termelétricas, que são mais caras, para produzir energia. Resultado: são aplicadas as bandeiras tarifárias mais altas.

Em outras palavras, pode acontecer de, em julho, você gastar exatamente a mesma quantidade de energia que havia gastado, por exemplo, em janeiro. Mas, ainda assim, a sua conta de luz talvez venha mais alta porque em julho a bandeira tarifária pode estar vermelha (mais cara) e em janeiro, verde (mais barata). A Aneel tem um vídeo explicando bandeiras tarifárias.

Por isso, é tão importante você economizar energia elétrica no inverno, como ensinam os youtubers Willow e Watson no vídeo abaixo, gravado especialmente para o canal Pra Fazer Mais, do Banco PAN.



Os youtubers gêmeos deram cinco dicas para reduzir a conta de luz:
  • 1. Determine um tempo-limite para tomar banho. Coloque o celular para despertar depois de, por exemplo, cinco minutos. Quando terminar esse tempo e o celular tocar, é hora de sair do banho. Lembre-se: em alguns estados, 30 minutos a mais debaixo do chuveiro por dia significam R$ 60 a menos no bolso no fim do mês.
  • 2. Tire da tomada aparelhos se não houver necessidade de mantê-los ligados o tempo inteiro. Por exemplo, computador, televisão, eletrodomésticos e outros. Porque muitos deles consomem energia mesmo desligados.
  • 3. Aproveite a luz do Sol. Desligue as lâmpadas durante o dia e use a claridade natural. Além disso, invista em móveis claros. Eles refletem mais as luzes e demandam menos iluminação artificial.
  • 4. Máquina de lavar roupas gasta bastante energia. Por isso, use os modos mais econômicos de lavagem — e, se quiser, lave algumas peças na mão. Além disso, prefira secar as roupas no varal para não precisar usar a função de secagem sempre que possível. Não se esqueça da bandeira tarifária. Se no inverno ela estiver vermelha, a conta de luz vai subir bastante.
  • 5. Evite abrir e fechar a porta da geladeira muitas vezes. Prefira pegar todos os itens de uma só vez. Cada vez que você abre, entra ar quente e a geladeira gasta energia para baixar a temperatura interna novamente.