Tipos de fraude no cartão de crédito e como evitá-las

Tem muito golpe que tenta usar o cartão de crédito para dar prejuízo ao consumidor que o possui

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

Sofrer uma fraude no cartão de crédito é péssimo e pode trazer grandes problemas, pois os golpistas podem gastar o limite do cartão em compras indevidas em poucos minutos. Além disso, o processo para estornar os valores dessas transações pode ser cansativo.

Os criminosos sabem que o cartão de crédito é popular no Brasil: o uso do meio de pagamento em compras na internet e em aplicativos aumentou 46,5% no 2º trimestre de 2021 em comparação com o mesmo período de 2020.

A informação é da Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços). Segundo a entidade, o valor total movimentado com crédito foi de R$ 255,2 bilhões no período analisado.

A mesma associação mostra em outra pesquisa que a pandemia levou as famílias brasileiras a fazerem mais compras online com cartões de crédito. Com mais gente usando cartões, os criminosos tentam aplicar golpes.

Não é à toa que 6 a cada 10 brasileiros caíram em algum tipo de fraude financeira entre julho de 2020 e julho de 2021, segundo a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) Brasil.

Para não fazer parte das estatísticas, é essencial conhecer os tipos de golpes, como evitar fraudes com o cartão de crédito e o que fazer se, eventualmente, golpistas conseguirem aplicar o golpe em você.

Tipos de fraudes com cartões

foto mostra mulher com expressão preocupada enquanto segura cartão na mão direita e celular na mão esquerda. A mulher é branca, tem cabelo liso preto e usa camiseta rosa, e tem parede cinza ao fundo.

  1. Clonagem de cartão

O golpe do cartão clonado tem origem nos cartões que tinham tarja magnética e permite que criminosos copiem dados do cartão, como nome do titular, número, data de vencimento e código de segurança (CVV). Tudo isso permite clonar o cartão e realizar transações.

Hoje em dia, as tentativas de clonagem podem envolver sites falsos criados para receber “compras” via cartão de crédito. Ao inserir os dados de pagamento, a página colhe informações do cartão para os criminosos utilizarem em suas atividades.

Outro golpe que pode usar o cartão de crédito como isca para roubar informações pessoais e do cartão são as centrais de atendimento falsas. 

Os criminosos entram em contato com as vítimas se passando por bancos ou administradoras de cartões, tentam obter os dados do cartão de crédito da vítima e, ao conseguirem, começam a realizar transações indevidas.

Os golpes podem acontecer por ligação, sob a desculpa de confirmar compras ou informar uma suposta tentativa de golpe. Os criminosos ainda podem utilizar e-mails falsos ou mensagens em redes sociais com links suspeitos, em um tipo de fraude chamada phishing

  1. Troca de cartão e roubo de senha

foto destaca mão de uma pessoa entregando cartão a outra. O fundo da imagem está desfocado.

Outro golpe com cartão de crédito pode acontecer no uso do item físico em máquinas de cartão, no pagamento de compras ou entregas de aplicativos. 

O entregador falso tenta aproveitar a falta de atenção de quem usará o cartão para visualizar a senha do cartão. Isso é possível quando o criminoso pede para o consumidor digitar a senha em uma tela que, na verdade, seria o campo do valor da compra.

Depois, o golpista ainda troca o cartão da vítima por outro similar. Com isso, ele estará em posse da senha e do cartão, o que permite utilizá-lo depois. O golpe com troca de cartões ainda pode acontecer no caso daqueles que possuem pagamento por aproximação.

Como evitar fraude no cartão de crédito

foto destaca cadeado sobre 3 cartões que estão sobre teclado de computador, para dar a ideia de segurança para evitar fraude no cartão de crédito.

Tenha cuidado ao usar o cartão físico

Ao entregar o cartão para atendentes ou entregadores, sempre confira o valor que aparece na máquina. Além disso, sempre veja se o cartão inserido na maquininha é o seu, assim como no momento em que devolverem o meio de pagamento.

Também suspeite de máquinas que apresentarem defeito ou estiverem com a tela quebrada, pois elas podem ter sido adulteradas visando a clonagem do cartão. 

Não empreste seu cartão para ninguém

Não entregue cartão com senha para ninguém, mesmo que seja de sua extrema confiança. Além disso, não deixe que uma pessoa leve seu cartão para outro ambiente longe de você.

Sempre que utilizar o cartão de crédito físico, segure o objeto. Isso evita tentativas de trocarem o cartão para ficarem com o seu.

Confira se o site de compras é verdadeiro e seguro

Previna-se na hora de comprar pela internet e sempre observe se o site de compras é seguro. Páginas com nomes desconhecidos ou similares ao de grandes marcas podem ser falsos e criados exclusivamente para roubar dados, por exemplo.

Outros recursos que ajudam a saber se um site de compra é seguro são os antivírus em computadores e celulares, que auxiliam no bloqueio de páginas falsas.

Não anote os dados do cartão ou tire fotos dele

foto mostra uma pessoa escrevendo em caderno. Apenas as mãos da pessoa aparecem, enquanto ela está sentada diante de mesa de madeira com parede cinza ao fundo, em desfoque.

É possível usar um cartão de crédito mesmo sem a senha dele em transações online: basta que todas as informações do item e o código de segurança sejam inseridos. Por isso, não anote esses dados, pois esse registro pode cair em mãos erradas.

Também não tire fotos do seu cartão. Por mais que dê vontade de postar imagens nas redes sociais de um cartão que você acabou de receber, as fotos podem mostrar mais do que deveriam. Isso abre margem para que alguém utilize os dados em compras online.

Ative notificações de transação e acompanhe o extrato

Essa medida não ajuda exatamente a evitar golpes no cartão, mas contribui para interromper o uso indevido e, com isso, reduzir o tamanho do estrago. Com as notificações ativadas no aplicativo do banco no celular, qualquer transação vai gerar um alerta.

Se receber uma mensagem de uso do cartão e não reconhecer, acione imediatamente a central de atendimento do banco ou administradora, comunique que não reconhece a compra e siga as instruções de bloqueio do cartão.

Também é bom acompanhar a fatura e o extrato da sua conta para detectar qualquer operação suspeita. Veja se todas as transações de compra que aparecem listadas foram feitas por você. Se houver valores e horários desconhecidos, fale com o seu banco.

Além de evitar fraudes com cartão de crédito, confira dicas para comprar online com segurança e economia.