O que você vai ler neste artigo:

Está planejando desfrutar da animação em fevereiro? Certifique-se de que sua celebração não se transforme em um pesadelo e desfrute de um carnaval seguro. Para garantir isso, familiarize-se e aprenda a se precaver contra algumas artimanhas que surgem durante esse período.

A atenção durante o carnaval não deve ser negligenciada! Afinal, o clima festivo e a aglomeração de pessoas em um mesmo local se tornam um atrativo significativo para indivíduos com más intenções.

Não importa se você está planejando viajar, participar dos blocos de rua ou simplesmente relaxar durante o feriado. As orientações para um carnaval seguro aplicam-se a todos, visando afastar possíveis golpes durante esse período!

●      Leia também: 7 dicas para aproveitar o Carnaval sem ficar no vermelho

Qual a importância de ficar atento aos golpes durante esse período?

Visualize a situação: uma multidão reunida, diversão, música alta, e você com uma sede urgente, desejando uma água gelada. Então, ao tentar pegar dinheiro ou cartão no bolso, percebe que eles não estão lá! Isso lhe parece familiar? Acreditamos que sim!

No entanto, as precauções no carnaval vão além de simplesmente colocar seus pertences em uma bolsa ou pochete. Golpes envolvendo Pix, cartão de crédito e fraudes com maquininhas também exigem atenção.

Os especialistas fazem um alerta! No ano passado, as tentativas de fraude aumentaram mais de 90% à medida que o feriado se aproximava, totalizando mais de 790 mil tentativas de golpes virtuais. Portanto, os cuidados durante o carnaval devem abranger não apenas os eventos de rua, mas também as transações digitais!

Quais são as artimanhas mais frequentes durante esse período?

A maioria das estratégias que causam transtornos aos usuários envolve o uso de engenharia social. Isso significa que essas táticas visam ludibriar a vítima sem recorrer necessariamente à violência física ou psicológica.

Por exemplo, quando alguém pega seu cartão para passá-lo na maquininha e o substitui por outro sem que você perceba, trata-se de uma prática de engenharia social. Em última análise, o perpetrador emprega uma estratégia para iludir a vítima, sem recorrer à violência ou ameaça.

Portanto, compreender como esses golpes são executados constitui a melhor maneira de se proteger, uma vez que muitas vezes eles se valem de técnicas de ilusão e engano.

Familiarize-se com as artimanhas mais comuns e aprenda a se proteger para desfrutar de um carnaval tranquilo.

1.    Golpe da substituição de cartões de crédito

No meio da agitação, é possível que você não perceba, mas ao realizar uma compra, o vendedor pega seu cartão, insere na maquininha e, na hora de devolvê-lo, o substitui por outro muito semelhante.

Mesmo que o golpista não tenha a senha para transações, ainda pode usar os dados para compras online ou pagamentos por aproximação, caso estejam habilitados. Ao fazer compras em meio à multidão, esteja atento ao cartão que lhe é devolvido. Uma medida de proteção é aplicar adesivos que facilitam a diferenciação e identificação.

2.    Golpe do Pix

O Pix tornou-se um alvo significativo para golpistas. A simplicidade do processo o tornou uma presa fácil. Portanto, durante o carnaval, é crucial redobrar a atenção.

Os golpes envolvendo Pix são variados e podem ocorrer por meio de acesso a sites e arquivos falsos que acabam roubando dados bancários. Isso inclui anúncios falsos em redes sociais e clonagem de WhatsApp.

3.    Golpe da Maquininha

As maquininhas de cartão também estão sendo utilizadas para aplicar golpes. O valor cobrado pode ser diferente do esperado, simulando um problema no visor ou ocultando a informação com as mãos.

Na confusão de uma festa de carnaval, é comum desconsiderarmos esses detalhes. Portanto, a recomendação é sempre conferir o valor cobrado e, se não for possível confirmá-lo, não concluir a transação. Além disso, esteja atento ao digitar a senha do cartão; se houver alguém observando, afaste-se.

4.    Golpes no pagamento por aproximação

A simplicidade de apenas encostar o cartão ou celular na maquininha ao pagar torna o processo mais fácil. No entanto, devido à sua simplicidade, é necessário ter cuidado redobrado para garantir um carnaval seguro. Ao aproximar o cartão da maquininha, assegure-se do valor sendo cobrado.

Para evitar golpes no pagamento por aproximação, é aconselhável limitar o valor permitido pelo aplicativo do banco. Assim, se alguém tentar cobrar uma quantia a mais, a maquininha solicitará a senha, permitindo que você se proteja.

Outro cuidado importante é manter o cartão guardado adequadamente para evitar furtos e roubos. Evite deixá-lo solto em um bolso; prefira guardá-lo sempre na carteira para dificultar a ação de terceiros.

●      Leia também: Saiba como usar o cartão de crédito sem se complicar

5 Dicas para maior segurança durante a folia

Discutimos os golpes e como se proteger de cada um deles. No entanto, para garantir um carnaval seguro e tranquilo, aqui estão algumas dicas adicionais para afastar os golpistas!

1.    Não empreste seus cartões:

         Seu cartão deve ser utilizado apenas por você, portanto, emprestar o cartão de crédito não é uma opção. A responsabilidade pelos gastos e tudo que acontece com o cartão recai sobre o titular, então, evite emprestá-lo a outras pessoas.

2.    Cuidado com distrações

         Aproveitar a festa é ótimo, mas na hora de fazer pagamentos ou pegar dinheiro na bolsa, evite distrações. O mesmo vale ao passar o cartão na maquininha. Golpistas aguardam momentos de distração na multidão para agir. Mantenha-se atento!

3.    Verifique o visor da maquininha e o nome do cartão

         Antes de inserir a senha do cartão, confira o valor e certifique-se de que o item devolvido é realmente o seu. Em meio à pressa, é comum ignorarmos detalhes e, nesses momentos, podemos nos tornar vítimas.

4.    Ative notificações de novas compras

         Acesse o aplicativo do seu banco e ative notificações para ser informado sempre que uma nova compra for realizada. Pode parecer desnecessário a princípio, mas esses alertas ajudarão a monitorar os valores cobrados e identificar possíveis casos de clonagem.

5.    Cuidado com esbarrões

         Empurrões típicos de uma multidão podem ser inofensivos, mas também podem ser uma tática para puxar o celular ou cartão do seu bolso. Se sentir que alguém está esbarrando em você várias vezes ou chegando muito perto, verifique seus pertences e mantenha-se atento.

Para um carnaval ainda mais seguro, prefira usar pochetes ou doleiras, assim, seus itens pessoais ficam protegidos e de difícil acesso. Lembre-se de que essas medidas são importantes não apenas durante a festa, mas também antes e depois.

 

#

Como se proteger no Carnaval

Confira 5 dicas para curtir com segurança