Imposto de Renda: Receita paga primeiro lote da restituição

Cerca de 3,4 milhões de contribuintes têm direito ao 1º pagamento; saiba como consultar

Renda
Extra
Por Redacao PAN

*Texto atualizado em 31.05.2022

 
A Receita Federal paga nesta terça-feira (31) o 1º lote da restituição do Imposto de Renda de 2022, referente ao ano-base de 2021. Esse lote também contempla restituições de exercícios anteriores.
 
O crédito será feito para quase 3,4 milhões de contribuintes neste último dia útil do mês. O valor total é de R$ 6,3 bilhões. O dinheiro cai na conta indicada pelo contribuinte na declaração do IR. 
 
Vale lembrar que o prazo para declarar o Imposto de Renda termina nesta terça, às 23h59.

 

Quem vai receber a restituição do Imposto de Renda no 1º lote

Os seguintes contribuintes terão direito ao 1º lote da restituição do Imposto de Renda, no dia 31 de maio: 

  • idosos acima de 80 anos: 226.934;

  • contribuintes entre 60 e 79 anos: 2.305.412;

  • contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave: 149.016;

  • contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério: 702.607.

Como consultar se você está nesse lote de restituição do IR

As consultas sobre a restituição do Imposto de Renda podem ser feitas de duas maneiras:

  • no site da Receita Federal, ao clicar na opção “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, clicar em “Consultar Restituição”. A própria página apresenta as orientações para o contribuinte prosseguir; 

  • no aplicativo Meu Imposto de Renda, da Receita Federal, para smartphones e tablets.

Prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda

alt  Imagem mostra um homem sentado, de camisa social, óculos de grau, mexendo em diversas folhas de papel que parecem boletos, com um celular sobre a mesa mostrando a calculadora na tela. Ao fundo, há um sofá amarelo, uma almofada estampada e plantas.

Inicialmente, o prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda ia até o dia 29 de abril. No entanto, houve a prorrogação até 31 de maio.

A Receita informou em comunicado que a prorrogação “visa mitigar eventuais efeitos” da pandemia “visto que alguns órgãos e empresas ainda não estão com seus serviços de atendimento totalmente normalizados”.

Nos últimos dois anos, o período de entrega da declaração do Imposto de Renda também foi estendido por causa da Covid.

Com o início do período de restituição do Imposto de Renda, tome cuidado com os golpes existentes.