Conheça alguns livros de educação financeira para ajudar a controlar as finanças

Livros de educação financeira trazem soluções para ajudar os leitores em assuntos relativos ao bolso

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

Os livros de educação financeira são facilmente encontrados em livrarias físicas e virtuais, muitas vezes como destaques entre os mais populares. 

Isso não é à toa. Os temas relacionados à gestão e uso do dinheiro são muito importantes para as pessoas. Especialmente em momentos de instabilidade financeira, situação pela qual boa parte dos brasileiros passa nos últimos tempos. 

Aprender a gerir os próprios recursos é um importante passo, também, para quem pensa no futuro. Afinal de contas, há diversas questões com as quais devemos nos preocupar. Por exemplo: 

Se você tem interesse nestes tópicos, provavelmente gostará do texto a seguir. Nele, você conhecerá uma série de livros de educação financeira para aprender como economizar, se preparar para eventuais imprevistos ou planejar o futuro.

Os 6 melhores livros de educação financeira 

Os livros de educação financeira estão em alta. Nas plataformas de ecommerce, não é raro vê-los nas listas de mais vendidos. 

Entretanto, são divididos para diferentes públicos. Existem aqueles que visam as finanças pessoais, por exemplo. Outros focam no empreendedorismo. E um terceiro grupo é voltado aos investimentos. 

Na lista a seguir, você verá uma compilação de livros que podem auxiliar em qualquer um desses casos. Por isso, é importante avaliá-los antes de iniciar a leitura. 

1. Pai Rico, Pai Pobre (Robert T. Kiyosaki e Sharon L. Lechter)

capa do livro “Pai Rico, Pai Pobre”, que mostra a imagem do autor Robert T. Kiyosaki em um fundo roxo.

Lançado em 1997, “Pai Rico, Pai Pobre” é um dos grandes best sellers da categoria de finanças. O livro conta a história de um dos autores, Robert Kiyosaki. Quando criança, cresceu sob a tutela de “dois” pais. 

O pai biológico era um funcionário público com um bom salário, mas que vivia endividado. A ele, é dado o apelido de “pai pobre”.

Já o pai de seu melhor amigo, o “pai rico”, por quem tinha grande apreço, não tinha educação superior formal, mas construiu uma grande fortuna com base na educação financeira. 

Assim, são colocados frente a frente dois pontos de vista opostos sobre o trabalho e o dinheiro. 

2. Casais Inteligentes Enriquecem Juntos (Gustavo Cerbasi)

Gustavo Cerbasi acredita que a principal razão pelos desentendimentos entre casais é o dinheiro — ou, principalmente, a falta dele. 

Assim, tenta apontar em seu livro “Casais Inteligentes Enriquecem Juntos” um caminho para matar dois coelhos com uma só cajadada. Por um lado, os problemas financeiros se vão; por outro, o casal passa a aproveitar os prazeres de uma vida colaborativa.

3. Trabalhe 4 Horas por Semana (Timothy Ferriss)

O título do livro que ficou durante vários anos na lista dos mais vendidos feita pelo jornal “New York Times” chama a atenção. Mas isso não é tudo. “Trabalhe 4 Horas por Semana” nos revela a história real de um homem que foi demitido de diversos empregos e tomou as rédeas da própria carreira. 

Seu princípio básico é o conceito de “novos ricos”, que traz um novo sentido: não é preciso ter milhões na conta, mas ter recursos para fazer o que ama. Em outras palavras, rico é aquele que tem tempo para desfrutar os bons momentos da vida. 

Além disso, trabalha com noções que contrariam o senso comum, como os picos de produtividade, a redução das reuniões de trabalho e a utilização de múltiplas mini-aposentadorias. 

4. Os Segredos da Mente Milionária (T. Harv Eker)

Em “Os Segredos da Mente Milionária”, o autor conta como herdamos maus costumes financeiros dos pais e, assim, tendemos a repetir seus erros. Além disso, explica como realizar o processo de reprogramação. 

No livro, acompanhamos a trajetória de Harv Eker desde os momentos mais complicados de sua vida até o auge de sua fortuna. Para ele, o segredo está nos pequenos hábitos e, claro, foca nas mudanças para alcançar a tão sonhada liberdade financeira. 

5. A Riqueza da Vida Simples (Gustavo Cerbasi)

O autor Gustavo Cerbasi aparece pela segunda vez na lista com “A Riqueza da Vida Simples”. Dessa vez, ele ensina que o ato de poupar dinheiro deve ser prazeroso. Ou seja, é preciso conciliar a economia à qualidade de vida. 

O livro ainda traz diversos conceitos que estão na crista da onda, como o minimalismo, adequação do padrão de vida e decisões por impulso. 

6. Educação Financeira ao Alcance de Todos (José Pio Martins)

capa do livro “Educação Financeira ao Alcance de Todos”, cujo autor é o professor José Pio Martins. A capa apresenta uma lâmpada com um cifrão ao centro, no lugar do filamento, em um fundo amarelo. 
Em “Educação Financeira ao Alcance de Todos”, José Pio Martins mostra que a educação financeira está ao alcance de todos e o tema não deve ser tratado como “coisa de rico”. 

Levando em consideração toda a desigualdade social existente no Brasil, o livro compartilha a ideia de que é possível aplicar tal conceito, independentemente da classe social do leitor. Tudo isso de uma maneira simples, para que até mesmo uma pessoa leiga em economia aprenda sobre assuntos vistos como complexos. 

Os livros de educação financeira são um ótimo meio para se livrar dos problemas com dinheiro. E, por mais que seja comum pensar o contrário, a organização das finanças é mais simples do que se imagina. 

Se você gostou do texto e o achou útil, é bem provável que também tenha interesse em saber o que é meta financeira e qual é sua importância.