7 dicas para você economizar dinheiro em casa que você nem imaginava

Mais crédito
para você
Por Rodrigo Chiodi
Pequenos cuidados ajudam a fazer economia nas contas de casa. Sozinha, cada conta não significa muito. Pode ser que elas gerem uma economia de alguns reais no final do mês. Mas quando você soma todas elas, aí dá um bom dinheiro.

Então, aqui vão sete dicas:
 

1. Lâmpadas

Acabe de vez com as lâmpadas incandescentes e troque-as pelas fluorescentes. Segundo sites
especializados em eletricidade, isso gera uma economia de 80% na sua conta. Sem contar que essas lâmpadas duram, em média, dez vezes mais e ainda aquecem menos o ambiente.

2. Geladeira

Mantenha a geladeira cheia. Quando ela está vazia, o motor precisa fazer mais força para manter a temperatura baixa — e acaba então gastando mais energia. E isso significa muito porque a geladeira costuma representar de 25% a 30% da conta de luz de uma casa. Além disso, antes de guardar um alimento que você acabou de cozinhar, espere que ele esfrie. Senão, vai ser o motor da geladeira que vai fazer esse papel, gastando ainda mais energia.

3. Classificação A

Quando for comprar algum aparelho eletrônico, prefira aqueles que tenham selo de classificação A da Procel. Segundo o Inmetro, esse selo mostra quais são os melhores níveis de consumo de energia dos aparelhos. Foi criado em 1993 justamente para ajudar as pessoas a saberem se os aparelhos vão gastar mais ou menos energia. O de classificação A é o que gasta menos.

4. Fora da tomada

Sempre que terminar de usar um aparelho, tire-o da tomada. Aquela luz vermelha também consome energia. Pouca, mas consome. Mas cuidado: não faça isso com aparelhos que podem perder a programação. Mas você pode fazer isso com TV e modem de internet, por exemplo.

5. Turbo do chuveiro

Desligue a função turbo do chuveiro, que existe em alguns modelos pressurizados. É aquela função que faz o jato de água sair mais forte. É claro que é mais gostoso tomar um banho com jato de água mais forte, mas isso gasta não só mais água como mais energia também, porque o chuveiro precisa usar mais potência para jorrar mais água.

6. Banho

Por falar em água, tomar banhos mais curtos gera uma grande economia na conta de água. Um banho de 15 minutos gasta, em média, 135 litros de água. Se reduzir para 5 minutos, a economia é de 90 litros por banho. Se pensar em um banho por dia, são 2.700 litros de água por mês. Em um ano, daria para encher uma piscina. Com isso, você economiza uma fortuna na conta de água, e ainda ajuda o planeta.

7. Comida na rua

O hábito de tomar lanche na rua quando se pode comer em casa é um desperdício de dinheiro. Claro, não estamos falando aqui de quem trabalha e é obrigado a, por exemplo, almoçar no restaurante ao lado do trabalho. Estamos falando de quem, por exemplo, tem a opção de tomar café da manhã em casa, mas prefere ir até a padaria, que custa no mínimo o dobro. Uma vez ou outra não tem problema. Mas quando isso vira rotina, aí você está jogando dinheiro fora.

Mais dicas

O humorista Igor Guimarães tem algumas dicas extras. Algumas são meio malucas, mas vale a pena dar uma olhada. Talvez você não vá usá-las, mas pelo menos vai se divertir assistindo ao vídeo que ele fez para o canal Pra Fazer Mais, do Banco PAN.