Consumidor pretende gastar R$ 64 em média com presente de amigo secreto

Levantamento da CNDL mostra que, em média, consumidores pretendem participar de mais de 1 evento de amigo secreto neste ano

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

Visto como uma oportunidade de confraternização e até de economia de dinheiro em alguns casos, os eventos de amigo secreto são tradicionais em dezembro. 

Neste ano, em média, os consumidores devem gastar R$ 64 nessa confraternização, de acordo com pesquisa da CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas), feita em parceria com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e com a Offer Wise Pesquisas.

O levantamento mostra que 1 a cada 3 consumidores (37%) pretende participar da brincadeira neste ano. 

Ao todo, a estimativa é que 59,7 milhões de pessoas participem de 1,6 evento de amigo secreto, também chamado de “amigo oculto”, neste fim de ano. 

A maior parte das pessoas que vão entrar na brincadeira dizem que o farão com familiares (75%). Outros brincarão com os amigos (36%) ou com os colegas de trabalho (26%). 

A soma dá mais do que 100% porque os entrevistados podiam mencionar mais de um grupo com o qual pretendem participar do amigo secreto. 

Entre os que devem entrar na brincadeira, mais da metade (53%) dizem que adoram participar desse tipo de evento e 48% consideram que é uma boa maneira de economizar nos presentes.

Há também aquelas pessoas que participam do amigo secreto apenas para não serem julgadas como antissociais. Segundo o levantamento, elas são 14% das entrevistadas.

Aliás, entre os entrevistados que disseram que não vão participar do amigo secreto, o principal motivo apontado (34%) é não gostar da brincadeira.

Outros 30% dizem querer evitar aglomerações na pandemia e 28% dizem que os parentes, amigos e colegas de trabalho não têm o costume de fazer a brincadeira.

Cuidado para não comprometer o orçamento

Foto mostra duas mulheres sentadas lado a lado em frente a uma mesa, onde há um laptop aberto, papéis, um vaso com planta, uma garrafa térmica e uma caneca. Ambas são brancas e usam óculos.  A da esquerda usa blusa coral e mexe no laptop. A da direita usa blusa branca com estampas azuis e mexe em calculadora que segura na mão 

O presidente da CNDL, José César da Costa, destacou num comunicado os pontos positivos do amigo secreto. 

“É uma confraternização coletiva que resolve a obrigação de comprar presentes para várias pessoas, já que cada um se encarrega de presentear apenas um participante e, no fim, ninguém fica sem presente”, disse.

Ele também afirmou que é comum estabelecer limites no valor dos presentes do amigo secreto. 

Apesar dos pontos positivos, o presidente da CNDL também alertou para os cuidados com o orçamento.

“O que à primeira vista parece vantajoso, pode ficar caro se o consumidor decidir entrar em todos os amigos secretos do seu círculo de convivência”, disse.

Ele deu ainda duas dicas para esse tipo de confraternização. Veja abaixo quais foram:

  1. participar apenas de comemorações em que o preço é estipulado com antecedência;

  2. analisar se esse dinheiro não fará falta no orçamento ao final do mês, comprometendo assim o pagamento das contas.

Você já recebeu um presente de amigo secreto que te decepcionou? No canal Pra Fazer Mais, do Banco PAN no YouTube, Willou e Watson falam com bom humor de episódios desse tipo.