Propaganda enganosa é a principal reclamação dos consumidores na Black Friday, diz pesquisa

Levantamento do Reclame Aqui mostrou que ‘divergência de valores’ e ‘problemas para finalizar a compra’ completam o ‘pódio’

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

A “propaganda enganosa” é a principal reclamação dos consumidores na Black Friday de 2015 a 2020, de acordo com pesquisa realizada pelo Reclame Aqui, plataforma que permite registrar queixas online sobre a compra de produtos e serviços.

Em seguida, “divergência de valores” e “problemas para finalizar a compra” completam o “pódio” da insatisfação do cliente nesse mesmo período. Essas duas categorias se revezam em 2º e 3º lugar ao longo dos últimos 6 anos.

Vale lembrar que o Reclame Aqui é uma boa fonte de consulta para os consumidores que estão em dúvida sobre a reputação de uma empresa na hora de fazer uma compra.

Em um texto publicado pelo site, o CEO do Reclame Aqui, Edu Neves, 3 pesquisas de intenção de compra da própria instituição, realizadas de agosto a outubro deste ano, mostram que a tendência sobre as maiores reclamações dos consumidores deve se manter.

O cenário de pandemia e aumento da inflação em produtos de diversos setores colabora para que se mantenha a percepção do consumidor de que não há tantas ofertas vantajosas na Black Friday. É o famoso “tudo pela metade do dobro”.

“Essa percepção de que os preços só vão aumentar e que vai ser muito difícil ter grandes promoções é uma inteligência coletiva que o consumidor já começa a demonstrar”, disse Neves nesse comunicado.

Saiba dicas para evitar problemas na Black Friday

Dois homens sentados em um sofá olham para laptop aberto sobre mesa de centro. O da esquerda da foto é negro, tem cabelos longos pretos presos em um coque no alto da cabeça, veste calça jeans e camiseta cinza. O da direita é branco, tem cabelos curtos e barba castanhos, veste calça azul e camisa marrom

O consumidor pode seguir algumas dicas para evitar problemas nesta Black Friday. Elas valem, principalmente, para compras online.

Reputação da loja

O cliente pode checar a reputação de grandes varejistas na plataforma do Consumidor. É possível ler o conteúdo das reclamações, as respostas das empresas e a avaliação dos consumidores no site.

Compare preços

Há formas de comparar preços em sites de pesquisa e alguns Procons também publicam em seus sites listas de fornecedores que devem ser evitados. Pesquise sobre os produtos que deseja comprar antes da data e avalie a variação do preço promocional no dia da oferta.

Política de cancelamento ou troca de produto

Verifique se a loja física ou site permite a troca do modelo ou tamanho do produto após a compra. Se permitir, no caso da loja física, faça constar uma observação (na nota fiscal ou na etiqueta, por exemplo) de que a troca é permitida. Exija sempre a nota fiscal.

Devolva compras online em caso de arrependimento

Mulher sentada em sofá cinza olha para jaqueta jeans que segura com as duas mãos. Ela e branca, tem cabelos castanhos médios, usa blusa rosa claro e calça jeans

No caso de compras feitas pela internet, o consumidor tem o direito de arrependimento por um período de 7 dias, contados a partir da entrega do produto, para sua devolução ao fornecedor.

Já em compras feitas em lojas físicas não há essa garantia, portanto é importante refletir se há realmente a necessidade de aquisição do produto ou serviço. Ou seja, evite compras por impulso.

Registre reclamação caso não consiga resolver o problema com compras diretamente com a empresa. O cliente tem à disposição a plataforma Consumidor.gov.br para solucionar conflitos que tenham ocorrido no período das promoções.

Como o mote da Black Friday é conseguir produtos com preços mais baixos, confira quais são os itens que devem ter mais descontos nessa data.