Como economizar dinheiro nas compras do supermercado

Veja 7 dicas para economizar dinheiro nessas compras

Controle
Seus Gastos
Por Rodrigo Chiodi

Todo mês quem mora sozinho ou quem vive com a família precisa passar no supermercado, seja para fazer as compras do mês, seja para pegar alguma coisinha básica que esqueceu de comprar antes ou ainda algo que deu vontade de comer. Porém, os preços têm subido cada vez mais e está um pouco mais difícil equilibrar os gastos com o orçamento do lar. Como economizar dinheiro para fazer a conta fechar e não gastar tanto com as compras?

Não se gasta pouco no supermercado. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), na sua Pesquisa de Orçamentos Familiares, os custos com alimentação chegam a 22% da renda das famílias que ganham até 2 salários mínimos. Além disso, itens básicos de mercado estão com preço mais salgado, como é o caso da carne: o preço subiu mais de 35% nos últimos 12 meses, diz a Abras (Associação Brasileira de Supermercados).

E não dá para ficar sem comer apenas para economizar, certo? Por isso, é importante aproveitar as dicas que vamos dar agora para que você não precise passar fome para gastar menos com supermercado. Tem como fazer isso sempre, basta ter alguns hábitos que podem ajudar a economizar na hora de ir ao mercado. Bora saber mais!

Como economizar dinheiro no supermercado com 7 dicas

detalhe para cartão sendo passado de uma pessoa para outra. As duas pessoas sao brancas, uma está atrás de um balcão de atendimento com uma caixa registradora e máquina de cartão, outra está do outro lado do balcão. Ambas estão com ambiente de supermercado desfocado ao fundo

A gente sabe que todo mês é importante fazer compras, mas quem consegue diminuir gastos com supermercado pode usar o dinheiro que sobra não apenas para fazer uma reserva de emergência, mas também para poder gastar um pouquinho para passear ou comprar aquela roupa legal que ficou em promoção.

Então, veja 7 dicas que vão te mostrar como economizar dinheiro no mercado.

  1. Não vá para o supermercado com fome 

Se saco vazio não para em pé, quem tá com fome nem sempre consegue pensar direito e, por isso, acaba gastando o que não precisava. Ainda mais no supermercado, que oferece tudo e mais um pouco em relação a comida.

Por isso, coma antes de ir pro mercado, principalmente se for sair diretamente de casa. Claro que isso só vale se não tiver acabado tudo na despensa, mas o mais importante é não chegar com fome ao supermercado e terminar comprando mais comida do que precisa, ou mesmo coisas que não compraria se estivesse sem fome.

  1. Sempre faça a sua listinha de compras 

A sua memória pode até ser muito boa, mas fazer uma lista de supermercado é bom para comprar tudo o que você realmente precisa. Faça essa lista no dia da compra com base no que está em falta na geladeira, despensa, banheiro, lavanderia e outras partes da casa. Anote não apenas o item que deve ser comprado, mas também a quantidade.

Assim, quando você chegar ao supermercado vai saber exatamente o que precisa comprar. Além de não gastar a mais com itens que tem que levar para casa, você também ganha tempo, pois vai direto pegar o que precisa. Por fim, você também evita levar para casa itens desnecessários que só vão fazer o valor da compra aumentar mais.

  1. Se puder, compre sem ninguém junto 

Às vezes, podemos ter companhias no supermercado que não ajudam muito a economizar. Por isso, fazer compras sem mais ninguém é uma boa alternativa para economizar dinheiro e não se deixar influenciar por alguém que está com fome ou que gasta mais do que você, por exemplo.

Ao mesmo tempo, você consegue ir e voltar mais rápido e isso ajuda muito a não comprar mais do que precisa. 

  1. Determine um valor máximo para gastar 

Em vez de ir colocando as compras no carrinho e só no final tomar aquele susto com o valor da compra, estabeleça um valor máximo que será gasto no supermercado. Alguns especialistas dizem que o ideal é gastar até 18% do seu salário com essas compras ao longo do mês todo.

Então olhe para as suas compras passadas, veja os itens que você mais compra e defina um teto de gastos para o supermercado. Quando estiver lá, use a calculadora do celular e coloque os preços dos itens durante a compra. Se o valor for maior do que o máximo que você estabeleceu, é bom pensar em quais produtos podem ficar para a próxima compra ou se o produto escolhido pode ser substituído por outro.

  1. Tenha um cardápio para a semana 

Fazer um cardápio para a semana é um bom jeito de ir para o mercado já sabendo o que comprar. Isso é melhor do que encher o carrinho com um monte de coisa e, depois de pagar caro, ver que nem tudo que foi comprado era necessário. Pior ainda é comprar alguma coisa que acabará estragando depois. Além de desperdiçar comida, é jogar dinheiro fora também.

Por isso, decida de forma antecipada o que vai comer durante a semana ou mesmo no mês. Assim, como os restaurantes têm pratos especiais para cada dia, você pode fazer o mesmo na sua casa. Na hora do mercado basta comprar os itens necessários para cada prato do dia.

  1. Pesquise entre os supermercados

mulher segura item em corredor de supermercado. Ela é branca, na faixa dos 40 anos, usa cabelo castanho escuro preso para trás e veste camiseta manga longa de tom roxo escuro, além de máscara cirúrgica no rosto. Está com prateleiras e itens de supermercado ao fundo, de modo desfocado na imagem

Nem todo mundo segue essa dica, mas, com os preços cada vez mais altos, não dá para vacilar: tem que pesquisar preços e ver, entre os supermercados próximos de você, quais estão com ofertas que vão dar um alívio para o seu bolso. Além disso, sempre tem aquele supermercado que tem bons preços em uma categoria específica: ele pode ter itens de higiene e limpeza mais baratos, mas os alimentos são mais caros, por exemplo.

Então é muito importante pesquisar e encontrar os melhores preços entre supermercados. Assim, você saberá onde é mais em conta comprar carne, onde frutas e legumes estão mais baratos e qual a melhor opção de compra para itens da cesta básica, como arroz e feijão. Isso pode ser melhor que comprar tudo em um lugar só e pagar mais por alguns itens que estão mais baratos em outro estabelecimento. 

  1. Olhe a validade e duração dos produtos 

Tem mercadorias que possuem prazo de validade maior e tem outras que não acabam todo mês. Por isso, é bom olhar quais os itens da despensa que não precisam ser comprados naquele momento em que você está indo para o supermercado.

Por exemplo: se o arroz ainda não acabou, dá para esperar um pouco mais para incluir esse item na compra. Se aquela carne pode ser congelada em pequenas porções que vão durar até 180 dias, vale a pena guardar uma parte e ir descongelando conforme for consumir, em vez de comprar carne todo mês.

Por isso, ao montar a sua lista de compras, inclua apenas o que está em falta ou bem perto de faltar. Tudo o que não estiver nessa condição pode ser incluído na próxima ida ao supermercado.

Pra não perder o embalo, veja agora como economizar dinheiro nas contas de celular e TV paga!