Receita alerta sobre golpe do falso leilão

Golpistas usam páginas falsas que simulam leilões da Receita

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

A Receita Federal emitiu um alerta nesta semana no qual alerta as pessoas para o golpe do falso leilão. Desta vez, o que ocorre é que golpistas usam páginas falsas na internet para tentar simular o Sistema de Leilão Eletrônico. 

O Sistema de Leilão Eletrônico é o meio pelo qual a Receita Federal faz leilões eletrônicos de mercadorias apreendidas ou abandonadas.

Os golpistas agora usam endereços falsos para atrair vítimas, inclusive com o logotipo da Receita Federal, para dar credibilidade ao serviço fraudulento. 

Não se engane: essas páginas são falsas, embora sejam visualmente parecidas com a original. Logo, não são fontes confiáveis de informação.

A Receita Federal informou ainda que os leilões de mercadorias apreendidas não são feitos em sites privados. Sendo assim, o único canal disponível é o próprio Sistema de Leilão Eletrônico, acessado pelo site oficial da Receita. 

O sistema fica disponível dentro do Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte, o e-CAC, para que haja propostas e lances. É necessário ter certificado digital para participar.

Além disso, o pagamento pelas mercadorias arrematadas em leilão é feito por DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais) e nunca mediante depósitos ou transferências para contas de terceiros.

Saiba como evitar o golpe do falso leilão

Homem sentado em frente a uma mesa observa celular que está em sua mão direita, enquanto apoia a esquerda sobre a boca e queixo. Ele é negro, tem cabelos pretos curtos, usa óculos preto, barba preta e camisa branca com bolinhas azuis de tamanhos variados.

Ao seguir algumas dicas, o contribuinte pode evitar cair no golpe do falso leilão. Veja abaixo algumas delas:

  • Sempre acesse os canais oficiais da Receita Federal

  • Verifique se o link para o qual você foi direcionado realmente corresponde ao site da Receita

  • Veja se o endereço na internet para o qual você foi direcionado, caso clique em algum link, é seguro. Isso pode ser visto do lado da URL.

  • Desconfie de mensagens (por e-mail ou SMS) que tentem te levar para endereços que mencionem a Receita Federal. Cheque sempre as informações.

  • Não coloque informações pessoais e financeiras em sites nos quais você não tenha certeza se são confiáveis.

  • Além de tudo isso, mantenha-se sempre bem informado, porque a melhor forma de prevenir um golpe é estar sabendo da existência dele.

Veja ainda o que é phishing e como se proteger desse tipo comum de fraude na internet.