Febraban e Banco Central lançam plataforma de planejamento financeiro

Site traz recomendações personalizadas para ajudar a equilibrar as finanças

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) e o Banco Central anunciaram nesta quarta-feira (3) o lançamento de uma plataforma sobre educação financeira chamada Meu Bolso em Dia

A ferramenta usa inteligência artificial para oferecer recomendações personalizadas sobre planejamento financeiro, de acordo com o perfil de cada pessoa. 

O conteúdo de educação financeira foi criado por especialistas em finanças pessoais e comportamento do consumidor. Há materiais disponíveis na plataforma em diversos formatos.

Esses materiais abordam temas como solução de dívidas, investimentos e relação com o dinheiro numa linguagem acessível a pessoas de diferentes faixas etárias. 

A plataforma também tem recursos interativos, tarefas e simuladores para que as pessoas possam colocam em prática o que forem aprendendo sobre finanças. 

Uma outra novidade é o uso da ferramenta chamada Índice de Saúde Financeira do Brasileiro (ISFB). Por meio dela, é possível fazer um diagnóstico da saúde financeira do consumidor. Assim, é também possível criar estratégias para economizar uma grana. 

“Ter cidadãos com maior consciência, informação e engajamento em torno de sua vida financeira tem efeitos positivos para todos os setores econômicos”, disse num comunicado o presidente da Febraban, Isaac Sidney.

Saiba como a plataforma funciona
Um homem e uma mulher conversam na cozinha. A mulher segura uma folha de papel que parece ser um boleto e sorri ao olhar para o homem, que por sua vez parece fazer um gesto para mexer no laptop que está aberto sobre a mesa à frente deles dois

A plataforma Meu Bolso em Dia é livre e gratuita para todos os brasileiros. A navegação é simples e convida o usuário a desenvolver novos hábitos em relação a suas finanças.

O aprendizado começa por um diagnóstico pessoal a partir do Índice de Saúde Financeira do Brasileiro em comparação com a média dos brasileiros. Assim é definido o perfil do usuário. 

A pessoa que utilizar a plataforma vai percorrer os seguintes conceitos financeiros:

  • Orçamento pessoal e familiar

  • Poupança e investimento

  • Uso do crédito

  • Planejamento para o curto, médio e longo prazos

A plataforma conta ainda com recursos de gamificação e engajamento do usuário. A gamificação é um processo de tornar lúdica a navegação. A palavra vem de “game” (que quer dizer “jogo”, na tradução). 

Para percorrer (e concluir) os diferentes temas de aprendizagem, é necessário cumprir “missões”, que incluem desde a leitura de artigos à participação em enquetes e cursos. Só assim o usuário vai para o nível seguinte. 

Assessoria financeira e vouchers de prêmios

A cada etapa concluída, o usuário acumula um saldo em pontos virtuais que pode ser convertido em recompensas. Essas recompensas variam de assessoria financeira a descontos ou melhores taxas em renegociação de dívidas.

As recompensas ainda podem ser vouchers de compras em lojas. Este é um dos incentivos oferecidos pelos parceiros da plataforma. 

Os vouchers poderão ser trocados a partir de março de 2022, pelas instituições parceiras dentro da plataforma.

Tais recompensas serão oferecidas pelos bancos associados à Febraban para estimular o engajamento e a utilização da plataforma.

Como a plataforma foi desenvolvida
Um homem de óculos e suéter faz anotações num caderno. Ele tem à frente um laptop aberto

 A plataforma Meu Bolso em Dia foi desenvolvida em 2 anos. Durante esse período, houve desenvolvimento e testes com quase 40 mil usuários. 

A Febraban destacou que a plataforma é uma importante ferramenta de educação financeira da sociedade pelos seguintes motivos: 

  • 69,4% das pessoas empatam ou gastam mais do que ganham;

  • 64,7% não têm segurança sobre o seu futuro financeiro;

  • As finanças são motivos de estresse para mais de 58% das pessoas.

A mesma pesquisa da Febraban que indicou os dados acima também constatou que, independentemente de classe social, faixa etária ou qualquer outra variável socioeconômica, há oportunidades e benefícios na promoção da educação financeira para todos os brasileiros.

Além disso, a necessidade de educação financeira mostrou-se ainda mais relevante durante a pandemia, que afetou duramente as finanças de inúmeras famílias.

Por esse motivo, veja aqui algumas outras dicas de como a educação e o planejamento financeiro podem te ajudar a sair do vermelho