Qual o aplicativo mais seguro de mensagens instantâneas?

Por Redacao PAN

Você usa aplicativos de mensagens instantâneas, como o WhatsApp, e deve saber que ele tem alguns riscos. Por exemplo, existem alguns golpes que criminosos aplicam para roubar dinheiro de você, como explicamos neste post. Além disso, algumas pessoas estão incomodadas com a privacidade dos dados e andaram saindo do WhatsApp no mundo todo.

Daí vem a pergunta: quais outros aplicativos você pode usar no lugar dele e quais são os mais seguros?

Segundo o site da fabricante de softwares e antivírus AVG, você deve prestar atenção a três detalhes técnicos que tornam um app de mensagens instantâneas mais seguro:

  • Criptografia: quando você manda uma mensagem, ela precisa ser “embaralhada” no seu celular e “desembaralhada” no celular de quem a recebe. A ideia é que se, no meio do caminho, alguém interceptar a mensagem, não vai conseguir entender nada porque ela está codificada (ou criptografada). Alguns apps têm uma criptografia mais sofisticada que os outros. Então, o simples fato de ter a criptografia não basta. Quanto mais avançada ela for, melhor.

  • Código aberto: isto significa que a forma como um app ou software é desenvolvido está aberta e pode ser vista por qualquer pessoa. Aliás, isso permite que mais pessoas colaborem para o desenvolvimento daquele sistema. Você pode ficar com a sensação de que o fato de o código estar aberto deixe o sistema mais inseguro, mas é justamente o contrário. Por ser aberto, tem mais gente trabalhando para melhorar a segurança dele. Isso diminui os pontos fracos e de vulnerabilidade.

  • Coleta de dados: os apps coletam dados sobre você e sobre os demais usuários. Esses são os chamados metadados, o que inclui nomes, telefones, localização, mensagens trocadas e outras informações. Os apps devem permitir que você, como usuário, controle quais metadados vão ser coletados ou bloqueados pelos apps para que eles não fiquem armazenados onde você não gostaria.

Sete opções de apps

Além da AVG, usamos análise também dos sites Techtudo e CanalTech para listarmos sete apps pela ordem de segurança para você usar no dia a dia. A maioria está disponível tanto para Android quanto para iOS.

1. Signal

É considerado o mais seguro dos apps tanto em segurança quanto em privacidade, sendo adotado inclusive por entidades de peso, como o Congresso dos Estados Unidos e a Comissão Europeia.

2. Wickr Me

Tem duas versões: uma para uso pessoal e outra para empresas. E tem, ainda, uma versão gratuita e outra paga, esta com teste grátis por 30 dias.

3. Dust

Tem uma funcionalidade parecida com a de algumas redes sociais, em que as mensagens somem depois de 100 segundos. Ou seja, viram poeira. Tanto que o nome vem daí: “Dust” significa “poeira” em inglês.

4. WhatsApp

É o mais popular dos apps. Pertence ao Facebook e alcançou 2 bilhões de usuários em fevereiro de 2020, espalhados por 180 países. A popularidade é o seu ponto mais forte apesar de enfrentar os problemas mencionados no início deste post.

5. Telegram

É o segundo mais popular app de mensagens do mundo, com 500 milhões de usuários. Funciona bem para grupos. Tem recursos de controle de privacidade escolhidos pelo próprio usuário.

6. iMessage

É de uso exclusivo do iOS (versão 5.0 ou posterior) e ficou muito popular entre usuários do iPhone apesar de ter perdido espaço depois do surgimento do WhatsApp.

7. Messenger

Assim como o WhatsApp, pertence ao Facebook e tem como diferencial o fato de você poder escolher uma data em que a mensagem vai se autodestruir.

Conclusão

Agora resta saber se as pessoas com quem você quer conversar também têm o aplicativo que você escolheu como o mais seguro e adequado para a sua necessidade. Porque, convenhamos, não vai adiantar muito ter um determinado app e ficar falando sozinho nele.