Receita alerta para golpe da regularização do CPF; saiba evitar

Golpistas entram em contato com as vítimas por SMS ou WhatsApp

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

A Receita Federal emitiu um alerta aos contribuintes para golpes que falam sobre regularizar o CPF. 

O que tem ocorrido: golpistas entram em contato por SMS, WhatsApp ou e-mails falando para pessoas sobre a necessidade de regularizar o CPF. Com isso, direcionam as mesmas para links maliciosos.

Através desses links, por sua vez, os enganadores induzem as vítimas a pagarem uma taxa falsa para a regularização do documento.

Para ter cuidado dobrado: o golpe não se limita apenas às pessoas que estão com restrição no CPF, em situação irregular com a Receita Federal. Qualquer um pode receber a mensagem.

A Receita Federal, inclusive, relatou que vários contribuintes têm recebido mensagens dos golpistas.

Saiba o passo a passo do golpe

Um homem branco, barba curta, óculos de grau, camisa social, cabelo enrolado, segura um celular com as duas mãos e olha para o aparelho 

O primeiro passo para evitar o golpe que promete regularizar o CPF é saber como ele funciona:

  • golpistas enviam mensagens (SMS, e-mail ou WhatsApp) falando sobre a necessidade de regularizar o CPF;

  • as mensagens contém links maliciosos, que direcionam os contribuintes ao pagamento de taxas falsas e fornecimento de informações pessoais

  • quando a pessoa faz o pagamento e/ou informa seus dados, o golpe está consumado

Casos relatados pela Receita Federal

A Receita informou que houve caso de contribuinte que, após pagar o valor solicitado pelos golpistas, compareceu ao atendimento do órgão e descobriu que não havia nada a ser regularizado. 

Houve ainda quem pagou e depois descobriu ter pendências (exemplo: ausência de declaração do Imposto de Renda ou multas por atraso) – claro, pois a taxa paga aos golpistas de nada serviria. 

Nos exemplos de golpes relatados pelos contribuintes, segundo a Receita, os valores variam de R$ 170 a R$ 250. 

Saiba evitar golpes que prometem regularizar o CPF

Imagem mostra a mão de uma mulher branca segurando um celular e digitando com o polegar. O fundo da imagem é todo azul claro 

Todos esses golpes que enviam links para a potencial vítima informando algum motivo urgente são chamados de phishing. É uma fraude muito comum na internet.

Phishing”, em inglês, vem de “fishing”, que é pescaria. Ou seja, os golpistas usam alguma causa para “pescar” vítimas, atraindo-as para seus sites maliciosos, nos quais aplicam os golpes.

Para evitá-los, o contribuinte deve ter em mente o seguinte:

  • primeiro, a Receita realiza a regularização do CPF gratuitamente por meio do seu site oficial;

  • além disso, os alertas enviados pela Receita não têm links de acesso;

  • o contribuinte também deve checar sempre o remetente da mensagem e conferir se é, de fato, um canal oficial do órgão;

  • em caso de dúvidas, o contribuinte deve entrar em contato com a Receita, por meio dos canais oficiais, para confirmar o contato.

É preciso tomar muito cuidado, porque os golpistas muitas vezes se identificam como "Receita" e usam o termo IRPF. Tudo para dar a impressão de que o contato é realmente do órgão. 

Da mesma forma, costumam usar as cores da entidade e da bandeira nacional. Induzem as vítimas a acreditar que estão falando com o governo, o que é falso. 

Outro golpe muito comum, especialmente nesta época do ano, é sobre a restituição do Imposto de Renda. Saiba como evitar.

Veja ainda os cuidados a tomar para evitar ser vítima dos golpes mais comuns no Whatsapp.