IBGE devolve taxa de inscrição para o Censo 2021 a 580 mil. Saiba como receber.

Mais de 30 mil pessoas também podem pedir reembolso da taxa de inscrição do Censo de 2020. Nenhum dos dois foi realizado

Renda
Extra
Por Redacao PAN

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) começou na última sexta-feira (3) a devolver a taxa de inscrição para quem se inscreveu no processo seletivo do Censo 2021, que não foi realizado. Ao todo, 583.606 pessoas terão direito ao reembolso. 

O IBGE havia aberto processo seletivo para 181.898 vagas para recenseador, 16.959 agentes censitários supervisores (ACS) e 5.450 agentes censitários municipais (ACM). 

A taxa de inscrição foi de R$ 25,77 para recenseador e de R$ 39,49 para ACM e ACS.

Como o Censo 2021 não foi realizado e acabou transferido para o ano que vem, a taxa será devolvida e novo processo de seleção será aberto.

Inicialmente, o Censo deveria ter ocorrido em 2020. Um processo seletivo chegou a ser aberto. Com a pandemia, ele foi cancelado. E 31.820 mil pessoas inscritas naquele processo também têm direito à devolução dos valores.

Essas são pessoas que ainda não pediram o reembolso da taxa. O pedido de restituição vinha sendo feito pela Central de Atendimento do IBGE, mas agora será realizado só pelo site do Instituto. 

As taxas foram de R$ 35,80 para concorrer a funções de nível médio e de R$ 23,61 para disputar as vagas de ensino fundamental.

Como obter a devolução

Uma mulher negra sentada em frente a uma mesa sorri ao olhar para o laptop à sua frente. Ela tem os cabelos raspados e usando uma camisa social listrada. Atrás dela há uma janela onde é possível ver outros prédios
 Veja abaixo o passo a passo para receber o dinheiro de volta.

  • Acessar o Portal do IBGE;

  • Informar o CPF e os quatro últimos dígitos do número de celular ou o e-mail cadastrados no ato na inscrição;

  • Preencher os dados da conta corrente de que é titular (banco, números da agência e da conta).

  • Anotar o protocolo que será gerado para acompanhar a solicitação.

O IBGE informou que as pessoas que não tiverem conta corrente poderão sacar o valor da taxa de inscrição, a partir de 17 de janeiro, no Banco do Brasil. 

Para isso, deverão acessar o site do IBGE e pedir a ordem bancária de pagamento. Somente depois disso, o solicitante poderá se dirigir às agências do Banco do Brasil para receber o dinheiro.

O IBGE também informou que, em caso de dúvidas, é possível fazer contato com a Central de Atendimento (0800 721 8181) ou pelo e-mail ibge@ibge.gov.br, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e sábados, domingos e feriados, das 10h às 14h.

Novo processo seletivo para o Censo em 2022

Um homem branco de óculos, cabelo curto, barba e camisa social xadrez mexe num tablet. Ele segura o objeto com a mão esquerda e manuseia com o indicador da mão direita. A imagem tem ilustrações em círculos azuis, com uma lupa dentro de cada um desses círculos 
 O IBGE recebeu autorização para realizar novo processo seletivo para o Censo 2022. Serão 207.020 vagas, de acordo com duas portarias publicadas no Diário Oficial da União (DOU)

Nesse processo, serão selecionados agentes temporários para as seguintes funções: 

  • agente censitário municipal (5.500 vagas)

  • agente censitário supervisor (18.420 vagas) 

  • recenseador (183.100 vagas) 

Haverá vagas em todos os municípios do país. A FGV (Fundação Getulio Vargas) será responsável pela organização.

Vale lembrar que as pessoas que se inscreveram para 2020 e 2021 não estarão inscritas para 2022. Elas precisarão fazer nova inscrição, quando for aberta essa possibilidade.

O IBGE faz todas as divulgações por meio de seus canais oficiais. Em breve, haverá novos comunicados relacionados ao cronograma de inscrições, devolução das taxas e outros informes.

Veja ainda algumas dicas para ganhar dinheiro investindo R$ 50.  Pode ser uma boa ideia para dar uso ao dinheiro da devolução da taxa do Censo.