72% planejam compras no Dia das Crianças: veja dicas para faturar com a data

Pesquisa da CNDL/SPC aponta que consumidores pretendem comprar, em média, 2 presentes. Sebrae dá orientações para vender melhor

Renda
Extra
Por Redacao PAN

O Dia das Crianças 2021 vem chegando e, com ele, mais uma oportunidade para comerciantes e empreendedores aumentarem suas vendas. E haverá grande movimento: de acordo com uma pesquisa, 72% dos consumidores pretendem fazer compras para a data.

O estudo, feito pela SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e pela CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas), revela que, em média, os consumidores pretendem comprar 2,19 presentes. 

A expectativa é que o varejo movimente cerca de R$ 10,93 bilhões. Em média, o consumidor deve desembolsar R$ 200 com os presentes, de acordo com o levantamento. 

O estudo mostra que há uma alta intenção de presentear, mas 36% dos consumidores pretendem gastar o mesmo valor do ano passado e 31% pretendem gastar menos. 

Ou seja, 2 a cada 3 consumidores pretendem gastar igual ou menos do que no Dia das Crianças de 2020, enquanto os outros (23%) pretendem gastar mais. 

A contenção de gastos ocorre, principalmente, por causa das dificuldades financeiras da pandemia.

Veja abaixo o que dizem aqueles consumidores que pretendem gastar menos neste ano: 

  • 33% dizem que pretendem economizar; 

  • 29% estão com o orçamento apertado; e 

  • 18% citam as dificuldades do cenário econômico, como a inflação elevada e economia instável.

Fora isso, a pesquisa também mostra os principais motivos mencionados pelos consumidores para não dar presentes neste Dia das Crianças. Veja abaixo quais são essas razões:

  • 34% não possuem crianças na família ou no círculo de amigos que queiram presentear;

  • 18% vão priorizar o pagamento de dívidas; e 

  • 18% não têm o costume. 

Além disso, 71% dos consumidores disseram que acham os produtos mais caros neste ano do que no ano passado. 

E, entre aqueles que não vão presentear por estarem sem dinheiro, desempregados ou porque não vão encontrar o filho, 74% citam a influência dos impactos da pandemia do coronavírus.

“A alta da inflação e o grande número de desempregados no país contribuem para a sensação de insegurança e cautela por boa parte dos consumidores”, disse no comunicado sobre o estudo o presidente da CNDL, José César da Costa.

De acordo com ele, “o varejista deve investir em promoções, kits e propostas de presentes mais baratos para aproveitar a data e impulsionar as vendas”.

Presentes mais procurados para o Dia das Crianças 2021 

Foto mostra criança sentada no chão com urso de pelúcia na mão direita e outros brinquedos ao seu redor 

A pesquisa sobre as compras no Dia das Crianças mostra ainda quais devem ser os itens mais procurados pelos consumidores na hora de presentear. 

Veja abaixo a lista dos principais presentes neste Dia das Crianças:

  • bonecas/bonecos: 41%; 

  • roupas e/ou calçados: 35%;

  • jogos de tabuleiro/educativos: 32%; 

  • avião/carrinho de brinquedo: 20%.

A soma dos valores acima ultrapassa 100% porque os entrevistados podem citar mais de um item na intenção de compra. 

Aliás, para comprar, a maioria (37%) pretende usar a internet. Isso significa que, pelo segundo ano consecutivo da pesquisa, a internet será o principal local de compras. 

Em seguida, as principais opções são shoppings (33%) e lojas de rua ou do bairro (23%). 

Entre os consumidores que farão as compras pela internet, 79% devem usar sites, 70% os aplicativos e 20% o Instagram. 

Veja dicas para vender melhor no Dia das Crianças 2021 

Casal com criança em uma loja conversam com vendedor que está atrás do balcão 

E, se o seu caso não é a compra, mas sim a venda, saiba que há algumas dicas para você vender melhor neste período de Dia das Crianças.

O Sebrae, por exemplo, reuniu algumas sugestões para alavancar o seu negócio e ampliar as vendas neste feriado. 

1 – Passe segurança aos clientes e colaboradores

A pandemia não acabou. Nem todas as pessoas estão vacinadas e o vírus continua circulando. Ou seja, prepare-se para receber o seu cliente com todos os cuidados necessários.

2 - Ofereça muitas formas de pagamento

Ofereça todas as facilidades para o pagamento. Aceite cartão, PIX, transferências, boletos e dinheiro. Vendas online também podem ser decisivas no processo de compra.

3 - Seja cuidadoso na entrega

O empreendedor deve garantir que o produto vendido seja embalado de maneira que garanta sua integridade. A pontualidade também é essencial. E mimos, como um recadinho, um pirulito, um bombom e um brinde final também fazem toda diferença no encantamento ao cliente.