Preços da gasolina e do gás sobem 7,2% neste sábado (9)

Reajuste será aplicado nos dois derivados de petróleo nas distribuidoras

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

A Petrobras anunciou nesta sexta-feira (8) mais um reajuste nos preços da gasolina e do gás de cozinha. O aumento será de 7,2% em cada um dos dois derivados de petróleo nas distribuidoras. 

Segundo a companhia, com o reajuste o preço médio da gasolina nas distribuidoras passará de R$ 2,78 para R$ 2,98 por litro. Portanto, o reajuste médio será de R$ 0,20 por litro. 

No caso do gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha, o preço médio vai passar de R$ 3,60 para R$ 3,86 por kg. Como o botijão tem 13kg, o valor deve subir de R$ 46,80 para R$ 50,18. 

Isso quer dizer que o reajuste médio, por kg, é de R$ 0,26. No entanto, o valor final do produto aumentará R$ 3,38 nas distribuidoras, em média.

Gasolina e gás: vilões da inflação
Um homem dentro de um carro, com máscara e casaco azul, mexe no celular

Nesta sexta-feira (8), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que mede a inflação oficial do Brasil. A alta foi de 1,16% em setembro.

Esse número representa o maior valor para um mês de setembro desde o Plano Real, em 1994. A gasolina e o gás de cozinha têm sido “vilões” dessa alta de preços no país. 

O preço do botijão de gás (13kg), por exemplo, subiu 3,91% só em setembro. Portanto, mais de 3 vezes acima da média geral dos preços no país, segundo o IBGE.

“A gente tem observado uma sequência de aumentos do GLP (gás liquefeito de petróleo) nas refinarias pela Petrobras. Há ainda os reajustes aplicados pelas distribuidoras”, afirmou o gerente do IPCA, Pedro Kislanov, num comunicado do órgão. 

“Com isso”, continuou Kislanov, “o preço para o consumidor final tem aumentado a cada mês. Já foram 16 altas consecutivas. Em 12 meses, o gás acumula aumentos de 34,67%.”

Outro destaque da inflação no país, a gasolina aumentou 2,32% em setembro. O etanol, 3,79%. Em 12 meses, de acordo com o IBGE, a alta acumulada da gasolina é de 39,6%, enquanto a do etanol é de 64,77%. 

Financeiramente, não está valendo a pena abastecer com etanol no lugar da gasolina em veículos flex. Como o potencial de gerar energia do etanol é 70% do potencial da gasolina, ele precisa custar até 70% 

Dicas para economizar com gasolina
 Imagem foca nas mãos de uma pessoa mexendo no pneu de um carro, dando a entender que está fazendo uma manutenção

Diante desses sucessivos aumentos, é bom saber como poupar uma grana. Veja abaixo algumas dicas para poupar com combustível:

Mantenha os pneus calibrados: 

O fabricante do veículo em geral indica qual a pressão a ser mantida nos pneus do carro. Verificar se eles estão OK garante um melhor funcionamento do carro, sem “esforço” extra, que vai aumentar o consumo de combustível.

Prefira velocidades reduzidas: 

Se você mantiver a velocidade reduzida, em especial nas cidades, consegue economizar não só combustível como também pastilha de freio. Quando acelera demais, gasta mais combustível e ainda pode precisar frear mais, gastando a pastilha. 

Atenção com a manutenção do carro:

Manter velas, filtros de ar e de combustível e alinhamento em dia também colaboram para seu carro gastar menos gasolina, porque melhora o desempenho do veículo.

Reduza o uso do carro: 

Sempre que puder, avalie não usar o carro. Fazer o deslocamento a pé ou de bicicleta, por exemplo, são alternativas para gastar menos combustível e ainda fazer exercício. A carona solidária também é uma alternativa.

Se você tem buscado formas de economizar, saiba que não está sozinho. As pesquisas no Google aumentaram muito para saber como poupar uma grana com gasolina, gás e outros itens. Dê uma olhada aqui quais têm sido as maiores procuras