Gás de cozinha no Brasil já custa no mínimo R$ 80

Pesquisa semanal da ANP também mostrou que preço médio da gasolina comum voltou a subir, assim como o do etanol

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

O menor valor que o consumidor pode pagar no botijão de 13 kg do gás de cozinha no Brasil é R$ 80. Esse foi um dos principais apontamentos da nova pesquisa divulgada pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, do Gás e dos Biocombustíveis). Antes, o menor valor era R$ 75.

A pesquisa da ANP é realizada semanalmente. Desta vez, os dados se referem à semana entre os dias 7 e 13 de novembro. A agência consulta diversos estabelecimentos comerciais em todos os estados do Brasil. No caso do gás de cozinha, o preço foi pesquisado em 3.612 postos. 

O preço médio do gás de cozinha no Brasil, de acordo com o levantamento, é de R$ 102,52. O maior valor encontrado para esse item manteve-se em R$ 140, assim como na pesquisa da semana anterior. 

Veja abaixo a evolução do preço médio nas últimas semanas, segundo a ANP:

  • 10 a 16 de outubro: R$ 100,44

  • 17 a 23 de outubro: R$ 101,96

  • 24 a 30 de outubro: R$ 102,04

  • 31 de outubro a 6 de novembro: R$ 102,48

  • 7 a 13 de novembro: R$ 102,52

Preço médio da gasolina comum volta a subir

A mesma pesquisa da ANP também apontou que o preço médio da gasolina comum voltou a subir. É a 6ª semana consecutiva de aumento. O valor médio desse combustível, que era R$ 6,710 na semana anterior, agora é de R$ 6,753. 

Tem ainda um outro detalhe: o preço mínimo do litro da gasolina comum só está abaixo de R$ 6 em 4 estados. Ou seja, em todos os postos pesquisados pela ANP em 23 (das 27) unidades da federação, o combustível não é encontrado a menos de R$ 6.

Em 20 dessas unidades da federação (19 estados mais Distrito Federal), o maior valor encontrado para o litro da gasolina comum é maior do R$ 7.

No caso da gasolina comum, a pesquisa semanal da ANP levou em consideração 4.765 estabelecimentos comerciais. O maior valor encontrado para esse combustível foi de R$ 7,999, assim como na semana anterior. 

Veja abaixo a evolução semanal dos preços médios da gasolina, de acordo com pesquisa da ANP: 

  • 18 ao 24 de julho: R$ 5,833

  • 25 a 31 de julho: R$ 5,822

  • 1º a 7 de agosto: R$ 5,853

  • 8 a 14 de agosto: R$ 5,866

  • 15 a 21 de agosto: R$ 5,955

  • 22 a 28 de agosto: R$ 5,982

  • 29 de agosto a 4 de setembro: R$ 6,007 

  • 5 a 11 de setembro: R$ 6,059

  • 12 a 18 de setembro: R$ 6,076 

  • 19 a 25 de setembro: R$ 6,092

  • 26 de setembro a 2 de outubro: R$ 6,092

  • 3 a 9 de outubro: R$ 6,117

  • 10 a 16 de outubro: R$ 6,321

  • 17 a 23 de outubro: R$ 6,361 

  • 24 a 30 de outubro: R$ 6,562

  • 31 de outubro a 6 de novembro: R$ 6,710

  • 7 a 13 de novembro: R$ 6,753

A última vez em que o preço médio da gasolina no Brasil diminuiu de uma pesquisa para outra da ANP foi na semana dos dias 25 a 31 de julho, na comparação com a pesquisa da semana imediatamente anterior. Na ocasião, o valor médio ainda se aproximava de R$ 6.

Etanol: preço médio passa de R$ 5,294 para R$ 5,394

Um homem, provavelmente um frentista, segura com a mão esquerda uma bomba de gasolina verde, que está abastecendo um carro  

O etanol é outro combustível que acumula sucessivas altas em seu preço médio. Desta vez, na semana pesquisada pela ANP, o valor subiu de R$ 5,294 para R$ 5,394. Portanto, em uma semana, a alta média foi de 1,88%. 

Veja abaixo o aumento do preço médio do litro de etanol no Brasil, segundo a ANP, nas últimas semanas: 

  • 10 a 16 de outubro: R$ 4,819

  • 17 a 23 de outubro: R$ 4,875

  • 24 a 30 de outubro: R$ 5,066

  • 31 de outubro a 6 de novembro: R$ 5,294

  • 7 a 13 de novembro: R$ 5,394

Os dados acima mostram que o valor médio do litro do etanol no Brasil ultrapassou a barreira dos R$ 5 pela primeira vez na semana dos dias 24 a 30 de outubro.

Já a alta acumulada desse combustível nas últimas 5 semanas pesquisadas pela agência já passa de 11%. 

Diante da alta dos preços, veja aqui algumas dicas para economizar gás.