INSS define calendário da prova de vida em 2022. Veja como será

Órgão definiu mês de aniversário dos beneficiários como novas datas para comprovação, que está suspensa até o fim deste ano

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) definiu o mês de aniversário dos beneficiários como as novas datas para fazer a prova de vida a partir de 2022.

As novas datas para realização da prova de vida foram regularizadas por meio da portaria Nº 1.366, publicada nesta sexta-feira (15) no Diário Oficial da União.

A prova de vida é um instrumento importante para evitar fraudes e pagamentos indevidos pelo INSS. 

Atualmente, a obrigatoriedade de realização da prova de vida está suspensa até o fim do ano, de acordo com a Lei 14.199/2021, de 2 de setembro de 2021

A comprovação de vida tinha sido exigida novamente em junho, mas voltou a ser suspensa. Resumo da história: continuará suspensa até o fim de 2021. 

Agora, ficou definido que beneficiários que não realizaram a prova de vida desde novembro de 2020 até dezembro de 2021 deverão realizar o procedimento no início de 2022.

Para realizar a prova de vida do INSS, os segurados poderão fazer o procedimento por um dos canais disponíveis: na própria agência bancária onde o segurado recebe o benefício ou por meio de biometria facial ou digital.

Em caso de dúvidas, o cidadão pode utilizar nossos canais de atendimento: MeuINSS, site ou aplicativo, ou pela Central 135, que funciona de segunda a sábado, das 7 da manhã às 22 horas.

Veja abaixo o cronograma divulgado pelo INSS, que mostra quando a prova de vida deveria ter sido realizada e quando, agora, ela precisará ser feita:

  • Novembro/2020 a junho/2021: Janeiro/2022

  • Julho e agosto/2021: Fevereiro/2022

  • Setembro e outubro/2021: Março/2022

  • Novembro e dezembro/2021: Abril/2022

Como fazer a prova de vida do INSS

Mulher de blusa branca listrada de vermelho faz operação em um caixa eletrônico

O modelo tradicional de realização da prova de vida é presencial. Basta ir ao banco onde ocorre o pagamento. Na maioria das vezes, é possível fazer a comprovação direto num caixa eletrônico, para clientes com biometria cadastrada. Em último caso, basta falar com um gerente.

Segurados com biometria cadastrada no TSE e no Detran têm um procedimento ainda mais simples: podem fazer a comprovação pelo aplicativo do Meu INSS, sem precisar ir ao banco, por reconhecimento facial. 

O INSS também permite que a prova de vida seja feita em casa, com a visita de um funcionário do órgão, nos seguintes casos:

  • segurados de qualquer idade que não estejam em condições de se locomover;

  • todos os segurados maiores de 80 anos, com ou sem condições de se locomover.

Para o caso de segurados que não conseguem se locomover, é preciso ligar no número 135 ou acessar o Meu INSS para agendar o procedimento. Neste caso, também é necessário comprovar a condição de saúde com algum documento médico.

Cuidado com os golpes de mensagens que pedem dados pessoais e financeiros para uma suposta “revisão de benefícios”. Os meios que golpistas usam para isso são muitos: carta, e-mail, WhatsApp. Saiba o que fazer para não cair nessa.