Entenda como funciona o seguro de carro para saber quando e como acionar essa proteção

Modalidade de seguro tem vários tipos de cobertura. Entenda para contratar o melhor plano

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

  

*Atualizado em 04.03.2022

Existem muitas situações que podem envolver danos e prejuízos em um automóvel. Para proteger o seu patrimônio, existe o seguro de automóvel, só que é preciso entender como funciona o seguro para acioná-lo o mais rápido possível quando necessário.

Além disso, é fundamental saber o que esse tipo de proteção cobre, o que é considerado na precificação do seguro, os cuidados na hora de contratar e como agir numa situação que envolva acidente ou danos.

Um carro é um bem importante na vida de quem possui esse patrimônio, especialmente para quem fez um financiamento de veículo e está conquistando isso aos poucos. Depois da compra, todo cuidado é pouco e um seguro de automóvel é um item necessário para proteger algo tão importante no dia a dia.

O que é e como funciona o seguro de carro?

 foto destaca triângulo vermelho de trânsito com dois carros ao fundo, em cenário de batida de acidente de trânsito. Duas pessoas em desfoque aparecem ao lado dos carros, sendo um carro branco e outro prateado

Um seguro de carro, também chamado de seguro auto, ou auto casco, ou auto completo, é um contrato que um proprietário de veículo (o segurado) assina com uma empresa que fornece proteção ao veículo (a seguradora). Esse contrato é chamado de apólice de seguro.

A apólice trará todas as coberturas, que são as proteções do seguro, e também as situações em que o seguro poderá ser acionado, chamadas de sinistro. Também constará no contrato o valor que deve ser pago para garantir a proteção do seguro, chamado de prêmio.

O documento também vai dizer se há franquia, que é um valor que o dono do veículo deverá desembolsar caso precise acionar o seguro, como em casos de danos parciais, por exemplo. Imagina uma situação como:

  • o carro sofreu uma batida e o conserto ficou no valor de R$ 2.500

  • a apólice diz que há franquia de R$ 1.000 para esses casos

  • o segurado pagará R$ 1.000 e a seguradora os outros R$ 1.500.

Adicionalmente, na apólice você encontrará a vigência do seguro, que é o período em que o carro estará protegido, os serviços de assistências contidos no seguro (se contratado) e as formas de acionamento da seguradora em situações de sinistro.

O que o seguro auto cobre?

foto de carro em miniatura, ao lado de notebook com pessoa branca digitando no teclado, para dar a ideia de contratação de seguro de carro. O carro em miniatura é azul.

A Susep traz uma lista com as principais coberturas (ou seja, proteções) que um seguro de carro possui. Entre elas, estão:

  • compreensiva, relacionada a colisões, incêndio e roubo

  • responsabilidade civil facultativa de veículos (RCF-V), que diz respeito a danos materiais, morais ou corporais em terceiros

  • acidentes pessoais de passageiros (APP), com coberturas de morte e invalidez do segurado.

Ainda existem coberturas adicionais previstas pela Susep e serviços que podem ser contratados com o pagamento de valor adicional (prêmio), como por exemplo:

  • vidros, faróis, retrovisores (troca ou reparo)

  • blindagem

  • assistência 24 horas

  • despesas extraordinárias com documentação do automóvel

  • carro reserva.

O seguro de automóvel é bastante flexível quando falamos de quais coberturas ou assistências ele pode ter, mas tudo depende das escolhas que você faz e isso fica estabelecido na apólice de seguro. Quanto maior a lista de proteção, mais alto tende a ser o valor do seguro, afinal mais ampla será a proteção.

Novas regras para seguros de automóveis

A Susep (Superintendência de Seguros Privados) publicou a Circular nº 639 sobre regras e critérios para a operação de seguros de automóveis para simplificar a contratação desse tipo de proteção. Entre as novidades, estão:

  • o seguro poderá ser contratado sem a identificação exata do veículo, o que pode ajudar motoristas de aplicativos

  • poderá ser feita contratação de coberturas de responsabilidade civil facultativa, assistência e acidentes pessoais de passageiros vinculadas ao condutor, independentemente de quem seja o proprietário do veículo.

Essas novas regras entraram em vigor em 1º de setembro de 2021.

O que é levado em consideração na contratação do seguro

 foto mostra controle de alarme de carro em cima de mesa, com a mão de uma pessoa branca usando caneta enquanto assina papel de contratação de seguro de carro ao fundo, desfocado.
 

A seguradora pode avaliar uma série de quesitos para estabelecer o valor a ser pago pelo segurado ao contratar um seguro. Saber como funciona o seguro de carro ajuda a não ter surpresas na hora de solicitar uma indenização junto à seguradora.

Há o preenchimento do perfil do condutor. Nele, itens como a idade do motorista, o tempo de habilitação que ele tem, o valor do carro, o tipo de uso, a quilometragem, o lugar em que o veículo será guardado e o local de residência são alguns dos critérios considerados para estabelecer o valor de prêmio do seguro. Tudo isso compõe a avaliação do risco que reflete na precificação do seguro.

Além disso, as seguradoras podem realizar uma vistoria prévia no automóvel para checar as condições do bem. Isso pode ser feito por meio de aplicativos utilizados para esse fim, ou mesmo de prestadores de serviço indicados pela seguradora.

Motivos para contratar o seguro auto

São muitas situações que podem trazer riscos e danos a um veículo e, como consequência, prejuízos aos proprietários. Um seguro de automóvel ajuda em casos como acidentes, colisões, roubos, desastres naturais, danos causados por terceiros e vários outros.

Em situações desse tipo, o prejuízo financeiro pode ser considerável e impactar o orçamento. O seguro é uma proteção importante que ampara e ajuda a lidar com os eventuais danos. Se houver indenização prevista na apólice, é um dinheiro a menos que vai sair do seu bolso.

Além disso, o seguro traz um pouco mais de tranquilidade em um momento que pode ser difícil. Por exemplo: uma situação de roubo já é ruim por si só, mas um seguro ajuda com a indenização ou mesmo carro reserva, caso esteja previsto nas coberturas.

É essencial conferir não apenas a oferta de seguro antes da contratação, mas principalmente a apólice. O documento mostrará todas as coberturas, valores de indenização e o que deve ser feito para acionar as coberturas contratadas.

Cuidados na hora de contratar

No momento de pesquisar e contratar o seguro auto, é fundamental observar aspectos como:

  • checar se a seguradora ou corretora de seguros está devidamente cadastrada na Susep

  • o valor do prêmio, ou seja, da quantia a ser paga pela proteção do seguro

  • os valores de franquia, que são aqueles pagos pelos segurados em algumas situações

  • as coberturas do seguro e o que ele não cobre

  • os valores de indenização parcial e integral

  • os procedimentos para comunicar um sinistro

  • as formas de receber indenização ou outros recursos de amparo na hora do sinistro, como carro reserva

  • se o seguro tem benefícios como guincho, rede de oficinas credenciada e até serviços de reparo ou manutenção de carros

Lembre-se de que uma cobertura ampla pode impactar no valor a ser pago como prêmio ou franquia. Ou seja: quanto mais riscos um seguro cobrir, maior será a quantia desembolsada pelo segurado. Faça as contas e veja qual valor de seguro cabe no orçamento.

Para contratar um seguro, basta procurar uma seguradora, corretora de seguros ou corretor que esteja registrado na Susep. Além disso, ao financiar um veículo, muitas instituições oferecem também opções de seguro auto.

O que fazer em casos de sinistro com carro?

foto de homem encostado na dianteira de carro enquanto usa o celular. O homem é branco tem cabelo curto, usa camiseta cinza e calça jeans e está encostado no carro, que está com o capô levantado..

Se acontecer um sinistro com o veículo, o primeiro passo é avisar a seguradora no mesmo momento. Ela pode solicitar o preenchimento de formulários de aviso de sinistro e, também, documentos que comprovem o dano.

Em casos de roubos, é comum que seguradoras peçam o boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil, por exemplo. Além disso, em situações de acidentes, ela pode pedir que o carro seja levado a uma oficina (indicada ou não pela empresa) ou realizar vistoria no carro para verificar os danos.

De todo modo, a apólice de seguro traz as informações necessárias sobre procedimentos diante de sinistros. Veja qual a relação de documentos que a seguradora exige e tenha sempre guardados os protocolos de aviso de sinistro. 

Ao mesmo tempo, em casos de acidentes ou que têm relação com terceiros, é interessante pegar nomes e dados pessoais e de contato dos envolvidos, afinal algumas coberturas  indenizam também o terceiro envolvido no evento coberto pelo seguro.

Pra resumir como funciona o seguro de carro:

  1. um proprietário contrata o seguro com uma seguradora e corretora de seguros

  2. a seguradora avalia o perfil do proprietário e estabelece as condições do seguro do automóvel na apólice

  3. o documento vai trazer todas as situações que preveem indenização total e parcial, além dos procedimentos para acionar o seguro

  4. o segurado realiza o pagamento do seguro enquanto o contrato estiver vigente

  5. caso aconteça um sinistro (evento descrito na apólice como risco coberto), o segurado fala com a seguradora e segue os protocolos para receber o auxílio ou indenização.

Conheça proteções disponíveis para o seu carro

Aqui no Banco PAN, temos um portfólio de seguros para o seu carro que fogem dos seguros auto tradicionais, como o Seguro Garantia Mecânica, o Auto Assist e o RCF (Responsabilidade Civil Facultativa).

São serviços personalizados e desenhados para cuidar do seu carro de maneira pontual, pesam menos no bolso e assistências que ajudarão o motorista a dirigir por aí mais tranquilo. 

  • Seguro Garantia Mecânica: possui coberturas para falhas espontâneas elétricas ou mecânicas, guincho 24h e acesso a oficinas credenciadas da Bosch Car Service, onde o cliente poderá fazer a manutenção corretiva com peças de primeira linha e atendimento premium. 

  • Seguro Auto Assist: possui serviços de autossocorro, pane seca, troca de pneus, guincho 24h além de manutenção de pintura, assistência a vidros e martelinho de ouro. 

  • Seguro Auto RCF: o seguro de responsabilidade civil facultativa é uma garantia de que, se estiver envolvido em um acidente de forma involuntária, esse serviço oferecerá indenização para processos jurídicos, despesas médicas e guincho para você e terceiros.

 

Depois de entender como funciona o seguro de carro, quer saber como conseguir o tão sonhado automóvel? Dá pra financiar veículos usados e, finalmente, encontrar aquele com parcelas que cabem no orçamento. Saiba como pedir financiamento de veículos com até 20 anos de fabricação!