Projeto reduz tempo médio de abertura de empresa para menos de 2 dias

Convênio assinado entre Sebrae e juntas comerciais de 9 estados também reduz custos para empreendedores

Renda
Extra
Por Redacao PAN

O prazo médio de abertura de empresas no Brasil ficou abaixo de 2 dias (47 horas) a partir da assinatura de um convênio entre o Sebrae e as juntas comerciais de 9 estados. Antes, a abertura de empresas de forma eletrônica no país levava uma média de 5 dias e 9 horas.

Assim, o tempo médio de abertura de negócios despencou para quase 1/3 do tempo que era gasto pelos empreendedores em janeiro de 2019.

Chamado Empreendedor Digital, o projeto que dá mais agilidade para a abertura de empresas facilita o uso das assinaturas eletrônicas avançadas concedidas pelo gov.br no registro empresarial. Isso torna a abertura mais rápida sem perder a confiabilidade.

Como funciona o Empreendedor Digital

Uma mulher segura uma caneta com a mão direita enquanto a apoia no queixo e observa o laptop aberto sobre a mesa. Ela é negra, usa camisa branca e casaco bege, e atrás dela há uma janela
A solução foi disponibilizada para 9 juntas comerciais do Empreendedor Digital em março deste ano. Fazem parte do projeto as juntas dos seguintes estados: Ceará, Acre, Amazonas, Amapá, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Roraima.

Só nessas 9 juntas comerciais, já houve 695.592 assinaturas eletrônicas avançadas no gov.br. O Sebrae informou num comunicado que, tomando como base o uso dos selos prata e ouro, que são aqueles gerados pelo sistema do gov.br sem custo para o empreendedor, foram gerados 112.426 selos de confiabilidade.

Selos de confiabilidade dizem qual o grau de confiança da conta gov.br. Eles servem para proteger, por exemplo, informações sigilosas. É por este motivo que alguns serviços só podem ser acessados se o cidadão tiver um nível de autenticação mais elevado.

“Se usarmos valores de mercado para compra de um certificado digital, que custa em torno de R$ 130, e multiplicarmos pela quantidade de selos gerados gratuitamente, podemos estimar uma economia de aproximadamente R$ 14,6 milhões”, disse a analista de Políticas Públicas do Sebrae Layla Caldas no comunicado.

O processo de assinatura eletrônica, além de fornecer uma opção gratuita para o empreendedor, também comprova a autoria e a integridade do documento eletrônico.

Onde está disponível o Empreendedor Digital 

Imagem mostra as mãos de uma pessoa. Com a mão direita, essa pessoa faz uma assinatura num tablet. Com a outra mão, essa pessoa segura o tablet
A assinatura eletrônica avançada é gratuita, segura e 100% digital, e está respaldada pela lei nº 14.063. O sistema funciona 24h por horas por dia, nos 7 dias da semana. 

Para usar as assinaturas avançadas, os usuários devem acessar o site gov.br, onde poderão obter o selo de confiabilidade. 

Essa é uma forma de unificar o processo e trazer mais segurança para o cidadão no momento de registrar seu documento eletronicamente.

O sistema foi implementado a partir da integração do gov.br com os sistemas das Juntas Comerciais parceiras. 

Aproveite para ver ainda algumas dicas de empreendedorismo e educação financeira para a sua empresa ser um sucesso.