Viver de renda: como é possível no Brasil?

Sim, dá para viver de renda no Brasil, mas é preciso seguir algumas etapas

Renda
Extra
Por Redacao PAN

   

Já imaginou chegar a uma etapa da vida em que o salário é um complemento, e não a fonte principal dos ganhos? E que tal nem precisar trabalhar mais para ter dinheiro? Tudo isso é possível para quem deseja viver de renda no Brasil. Mas há etapas a cumprir.

Ninguém precisa ganhar na loteria ou ter uma herança milionária para viver apenas de rendimentos. Dá para fazer isso durante a vida e, quando chegar a aposentadoria, parar de trabalhar sem deixar de ganhar dinheiro.

Além disso, tem gente que consegue antecipar esse momento e estabelecer metas que permitem ganhos com renda dentro de alguns anos. Tudo depende do planejamento realizado para alcançar esse nível de independência financeira.

Você também consegue chegar lá, só precisa entender melhor o que é o conceito de viver de renda, se é possível fazer isso aqui no Brasil e conhecer algumas dicas que vão preparar o terreno para uma vida bem mais tranquila em relação a dinheiro no futuro!

O que significa viver de renda?

Grande parte das pessoas obtêm renda, em geral, a partir do trabalho, que proporciona um salário mensal, de renda extra a partir de bicos, trabalhos alternativos e também pelo empreendedorismo.

Além disso, existem aquelas pessoas que recebem dinheiro a partir de pensões, benefícios ou da aposentadoria. Por fim, muita gente combina tudo isso: trabalho formal com salário, renda extra, benefícios e tudo mais que o permita ganhar uma grana.

Mas sabia que dá para viver de renda? Isso quer dizer que é possível fazer investimentos e viver a partir do retorno financeiro deles. Ou seja, ao longo da vida você pode não apenas juntar grana, mas investir esse valor em aplicações financeiras.

A ideia dessas aplicações é fazer o seu dinheiro crescer por meio de juros ou outros rendimentos. Ou seja, você coloca um determinado valor em um investimento e, depois de um tempo, pode retirar uma quantia maior do que aquela que investiu no começo. É o caso da poupança, por exemplo.

Essa diferença é o rendimento. Só que existe a possibilidade de investir de forma tão efetiva que todos os seus gastos mensais podem ser cobertos pelo rendimento. Ou seja: é o dinheiro trabalhando para você, e não você trabalhando para ter dinheiro!

É possível viver de renda no Brasil?
 Homem e mulher olham com atenção para papéis enquanto conversam. Ele é branco, tem cabelo raspado e veste camisa xadrez azul e branca e calça jeans. Ela é negra, tem cabelo cacheado preto e castanho na altura dos ombros e veste camiseta manga longa branca. Eles estão em sala de estar, sentados em sofá diante de mesa de centro com notebook

Sim, é possível viver de renda no Brasil. Mas, para isso, é preciso ter um bom planejamento financeiro e controle de gastos desde cedo. 

Existem muitas opções de investimentos que trazem rendimentos que são uma fonte de renda complementar e podem se tornar a principal.

Tudo depende do tipo de investimento (se é de alto ou baixo risco), do prazo em que você quer viver de renda (no ano que vem? daqui 10 anos, daqui 30 anos?) e do quanto dá para separar dos ganhos todo mês para fazer aplicações financeiras.

Como o mercado brasileiro é amplo e tem várias opções de investimento, é possível investir bem, obter bons ganhos e, dessa forma, viver de renda. O rendimento dos investimentos pode sim cobrir o valor das despesas mensais.

Quanto é preciso investir para viver de renda?
Foco em calendário em cima de mesa, sobre teclado de computador e com caneta ao lado

Esse valor depende muito do seu estilo de vida, do quanto você ganha hoje e do quanto pode separar para investir. 

De forma geral, o indicado é guardar a partir de 10% do salário para investimentos todo mês, de acordo com alguns especialistas, como Celson Placido, da escola de negócios e finanças Proseek, disse para o UOL.

Para saber quanto investir para viver apenas de renda, é importante também saber quais são os seus gastos todo mês e quanto tempo você pode esperar para que os rendimentos superem suas despesas.

Vamos de exemplo? O site Valor Investe traz a seguinte situação: alguém ganha R$ 2 mil de salário, guarda R$ 200 (10% do salário, lembra?) e usa os R$ 1.800 que sobram para viver (não se esqueça de que é só um exemplo). 

Para conseguir R$ 1.800 de renda, a pessoa levará 31 anos caso invista em aplicações de renda fixa com 8% de rendimento ao ano. Investimentos de renda fixa são aqueles que rendem um percentual fixo ou seguem algum índice previamente combinado, como a poupança, CDB, LCI e LCA.

Dessa forma, a pergunta ideal seria “com quanto você quer viver?”. No exemplo acima, se R$ 1.800 é suficiente para o seu estilo de vida, então dá para separar R$ 200, aplicar em investimentos que rendem 8% ao ano e, daqui a 31 anos, você viverá só de renda.

Agora, se você não quer esperar, se quer viver com uma renda mais alta ou se tem condições de separar mais de 10% do salário, pode aumentar o valor que deseja investir para viver de renda. De todo jeito, temos algumas dicas que qualquer pessoa pode seguir.

Dicas para quem quer viver de renda

  1. Faça o seu planejamento financeiro
    Homem olha com atenção para celular enquanto segura papel com gráficos. Ele é negro, tem cabelo raspado, usa óculos e veste camisa social manga longa roxa, e está em escritório, sentado diante de mesa com o celular apoiado à sua direita

O planejamento financeiro é o instrumento que ajuda qualquer pessoa a saber o rendimento mensal, o valor das despesas, o peso das dívidas e os valores de emergência e investimento disponíveis no orçamento. 

Com tudo isso em mãos, fica mais fácil de ver onde o dinheiro está sendo gasto e, então, começar os próximos passos para viver de renda.

  1. Fuja de dívidas e inadimplência

Quem tem dívidas de valor muito alto em relação aos ganhos mensais dificilmente consegue ter dinheiro sobrando para fazer investimentos. Isso diminui as chances de viver de renda, pois parte da grana sempre será para pagar dívidas.

Pior do que isso é a inadimplência, quando as dívidas começam a vencer e são cobrados juros e multas de atraso. Por isso, evite a inadimplência e as dívidas que consomem muito do salário.

  1. Estipule um prazo para começar a viver de renda

O tempo deve ser levado em consideração quando imaginamos uma vida de rendimentos. Quanto antes você começar a se preparar e investir, melhor, afinal é mais tempo para acumular dinheiro e obter lucros com investimentos.

Mas se você quer viver de renda logo, então vai ter que procurar investimentos que tragam retorno financeiro mais rápido. 

Faz de conta que temos duas pessoas que querem viver com uma renda de R$ 1.800 por mês.

Uma pessoa de 20 anos que deseja viver com essa renda a partir dos 60 terá pela frente 40 anos para investir. 

Já alguém com 40 anos que gostaria de viver com o mesmo valor de rendimentos aos 60 teria o prazo de 20 anos para alcançar o objetivo. 

É metade do tempo do jovem do 1º exemplo. Portanto, os 2 terão estratégias diferentes de acordo com o prazo que estabelecerem para começar obter o próprio sustento apenas com dinheiro de investimentos.

Para quem quer viver de renda, aumentar os ganhos agora permite guardar mais dinheiro ao longo dos anos. Uma maneira de conseguir isso é levantar uma grana a mais no mês com outras atividades além do emprego. Veja 10 formas de conseguir dinheiro extra!