Prazo para pedir reaplicação do Enem 2021 termina nesta sexta (3)

Confira em quais situações de perda da prova o pedido pode ser feito

Renda
Extra
Por Redacao PAN

Candidatos do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2021 que deixaram de fazer a prova por doença infectocontagiosa, problemas de logística ou infraestrutura têm até esta sexta-feira (3), às 23h59, para pedir a reaplicação do exame.

As provas do Enem foram aplicadas nos 2 últimos domingos de novembro, dias 21 e 28. Os candidatos que tiverem pedido de reaplicação aprovado farão o exame nos dias 9 e 16 de janeiro. 

Nesses mesmos dias vai ser realizado o Enem para Pessoas Privadas de Liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL) 2021. 

Também fazem o teste nos dias 9 e 16 de janeiro os participantes que se inscreveram entre os dias 14 e 26 de setembro, após nova oportunidade destinada às pessoas isentas da taxa de inscrição que faltaram ao Enem 2020.

Saiba quem pode pedir a reaplicação do Enem

Imagem mostra um homem branco com camisa verde de manga comprida segurando uma caneca branca e assoando o nariz com a outra mão. Em primeiro plano na imagem, há várias folhas de papel amassadas, dando a entender que ele já usou todas elas para assoar o nariz
Os estudantes que deixaram de fazer o exame por estarem com covid-19 são alguns dos que podem pedir reaplicação do Enem.

Veja abaixo quais são os casos que permitem pedido de reaplicação do exame, a começar pelas doenças infectocontagiosas:

  • coqueluche 

  • difteria

  • doença invasiva por Haemophilus influenza 

  • doença meningocócica e outras meningites

  • varíola

  • Influenza humana A e B

  • poliomielite por poliovírus selvagem

  • sarampo 

  • rubéola

  • varicela

  • covid-19

Fique atento: para todos os casos acima, é necessário apresentar documento legível que comprove a doença.

Ainda podem pedir a reaplicação da prova aqueles estudantes que deixaram de fazer o exame problemas logísticos, de infraestrutura ou outras ocorrências específicas. 

Veja abaixo quais são esses casos: 

  • desastres naturais que prejudicaram a aplicação do exame, devido ao comprometimento da infraestrutura do local; 

  • falta de energia elétrica que comprometa a visibilidade da prova pela ausência de luz natural; 

  • falha no dispositivo eletrônico fornecido ao participante; 

  • erro de execução de procedimento de aplicação, que tenha resultado em um prejuízo comprovado ao inscrito.

Um caso específico foi citado pelo Inep, instituto responsável pela aplicação da prova, segundo a Agência Brasil: moradores do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo (RJ), poderão pedir reaplicação devido à operação policial ocorrida no local no dia 21 de novembro.

Como pedir reaplicação da prova do Enem

Uma jovem negra encostada num sofá azul, com uma almofada amarela no colo, mexe no laptop. O laptop está sobre a almofada. Ela manuseia o aparelho com a mão esquerda, enquanto leva a mão direita ao óculos, que está no rosto
O pedido de reaplicação do Enem deve ser feito até as 23h59 desta sexta-feira (3). Assim que o relógio marcar 0h, não haverá possibilidade de fazer o pedido. É como o portão no dia da prova.

Por isso, o ideal é que você não deixe para a última hora. Assim, evita qualquer eventual contratempo no computador, no sinal da internet e outros fatores semelhantes. Peça logo a reaplicação.

Veja abaixo o que é necessário para fazer o pedido e como pedir:

  • Os pedidos de reaplicação devem ser feitos na Página do Participante, onde também será divulgado o resultado da solicitação (se foi aprovada ou não);

  • Em caso de falta por doença infectocontagiosa, o candidato deve apresentar um documento legível que comprove a doença;

  • O documento precisa ter o nome completo da pessoa, o diagnóstico com a descrição da condição de saúde, o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10), além da assinatura e da identificação do profissional competente, com o respectivo registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente, assim como a data do atendimento.

Veja ainda o programa de capacitação no mercado financeiro para negros e negras que a B3, a bolsa de valores brasileira, lançou.