Formados no ensino superior perceberam melhora para conseguir emprego

Levantamento mostra que 82% dos entrevistados acreditam que sua capacidade de conseguir uma vaga fica melhor ao ter o diploma superior

Renda
Extra
Por Redacao PAN

Oito em cada dez estudantes formados em universidades percebem uma melhora para conseguir emprego. Essa melhora foi citada por 82,2% dos entrevistados em um estudo feito pela Semesp, entidade que representa instituições do ensino superior no Brasil. Os demais 17,8% de pesquisados diseram que nada mudou. 

O levantamento, chamado de 3ª Pesquisa de Empregabilidade, mostra ainda que, entre os estudantes que perceberam melhora para encontrar um emprego, 75,6% haviam frequentado cursos presenciais, enquanto 24,4% eram de EAD (Ensino à Distância).

Outro dado diz respeito às dificuldades impostas pela pandemia. Entre os estudantes formados que ainda não conseguiram o primeiro emprego, 64,4% se formaram entre 2019 e 2021.

A pesquisa foi realizada entre os dias 2 de agosto e 12 de outubro deste ano, com participação opcional de 3.086 estudantes formados no ensino superior. 

Eles responderam ao questionário por e-mail, redes sociais e pela plataforma Symplic, da empresa Symplicity, que atua junto a instituições de ensino para formular estratégias e ferramentas de qualificação profissional. 

Veja abaixo outros dados da pesquisa de empregabilidade: 

  • entre os que já estavam formados há até 3 anos, 27,7% conseguiram o primeiro emprego ou um novo emprego

  • entre os formados há mais de 3 anos , 38,9% conseguiram o primeiro emprego ou um novo emprego

  • para 17% dos formados em até 3 anos, o salário melhorou

  • 15,7% dos formados em até 3 anos ingressaram em um curso de pós-graduação

  • para os formados há mais de 3 anos, 29,2% melhoraram o salário 

  • ainda para os formados em mais de 3 anos, 27,3% entraram numa pós-graduação

Falta de experiência é obstáculo para arrumar emprego

Imagem mostra pessoas (homens e mulheres), enfileiradas com roupas sociais (calças e camisas sociais), todas sentadas, com pastas no colo. A imagem foca na postura dessas pessoas, sendo que algumas estão com as pernas cruzadas. Não dá para ver o rosto de nenhuma delas 

O levantamento ainda mostrou que a falta de experiência é um dos principais obstáculos apontados pelos estudantes para ingressar no mercado de trabalho. 

Eles dizem que a maioria das vagas pede alguma experiência profissional na área e, ao mesmo tempo, oferecem baixa remuneração.

Além disso, eles citaram falta de oportunidades e alta concorrência como outros fatores que dificultam o acesso ao emprego. 

Uma pesquisa feita pelo Banco Nacional de Empregos (BNE)  também mostrou que quase 7 a cada 10 recrutadores, ou 68% deles, excluem um currículo de imediato por causa da falta de experiência.

Por esse motivo, é recomendável que os candidatos a uma vaga de emprego indiquem todas as suas experiências, mesmo que informais.

Dicas para conseguir um emprego

Veja abaixo outras dicas para arrumar um emprego, especialmente nesse momento difícil para a economia por causa da pandemia:

  1. Cadastre-se em sites de emprego

O isolamento social causado pela pandemia fez com que muitos processos seletivos acontecessem de forma online, por meio de sites.

  1. Use as redes sociais

Rede social serve para muito mais do que curtir memes ou ver fotos de amigos: tem como arrumar emprego utilizando as redes sociais. Isso pode acontecer tanto por meio de grupos quanto por redes específicas para buscar trabalho.

O LinkedIn é um exemplo de rede social voltada a encontrar empregos. Além disso, existem grupos no Facebook, WhatsApp e até outros aplicativos de mensagens. Pesquise por esses grupos na sua área de atuação e faça parte.

  1. Crie uma rotina para buscar trabalho

Buscar emprego de forma recorrente aumenta as chances de ter sucesso. Alguém que procura trabalho apenas 1 vez por mês pode perder muitas oportunidades. Já uma pessoa que procura vagas todo dia pode achar mais empresas contratando.

Por isso, crie uma rotina para olhar sites de emprego, sites de empresas que você quer trabalhar e grupos de redes sociais que anunciam vagas. Também separe um tempo para se candidatar às vagas, mandar CV ou mesmo fazer testes de seleção.

  1. Faça cursos online

Mulher negra de cabelo cacheado, com óculos, está sentada mexendo no laptop com a mão direita. O braço esquerdo está com o cotovelo apoiado sobre a mesa e, com a mão esquerda, ela apoia o queixo. Há uma caneca cinza ao lado do laptop. Ela está com semblante tranquilo e analisa o laptop com atenção  

Os cursos são uma maneira de deixar o currículo atrativo e ter mais condições de conseguir emprego. Hoje em dia, as empresas têm interesse em quem gosta de aprender sempre, e os cursos online são uma ótima maneira para isso.

Veja ainda algumas dicas para estudar numa faculdade particular, mas sem precisar gastar uma fortuna.