Quer empréstimo pessoal e não consegue? Veja como o Open Banking pode te ajudar

Ao autorizar o compartilhamento de informações, você pode obter uma oferta de crédito pré-aprovada. Confira!

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

Iniciado em fevereiro de 2021, o Open Banking é uma iniciativa do Banco Central. A instituição diz que esse novo fundamento dá a “possibilidade de clientes de produtos e serviços financeiros permitirem o compartilhamento de suas informações entre diferentes instituições autorizadas” pelo BACEN”. 

Com a  iniciativa, de acordo com o órgão, “instituições participantes poderão fazer ofertas de produtos e serviços para clientes de seus concorrentes, com benefícios para o consumidor, que poderá obter tarifas mais baixas e condições mais vantajosas”.

E você pode estar se perguntando: mas como isso funciona na prática? Neste artigo vamos te dar um exemplo: o Open Banking pode te ajudar a obter uma oferta de crédito pessoal. Confira!

Compartilhar os dados bancários: por que fazer?

Por meio do Open Banking, você vai conseguir levar seus dados de uma instituição participante para outra, para não ter que iniciar uma relação do “zero” com essa nova empresa. Isso acontece de uma forma segura e é importante dizer: somente mediante seu pedido e autorização.

E o que você ganha com isso? A possibilidade de receber outras ofertas de produtos e serviços mais vantajosos.

O time do Banco PAN explica por que. Quando uma pessoa abre uma conta em um banco, as informações que aquela instituição tem desse novo cliente são muito limitadas, como seu score de crédito.

Com o passar do tempo, conforme essa pessoa movimenta a nova conta, o banco vai tendo mais dados sobre o comportamento financeiro dela. Isso possibilita que o banco a conheça melhor e avalie novas ofertas, mas, para isso, essa pessoa precisa movimentar sua conta durante um bom tempo.

No entanto, se esse mesmo cliente compartilhar dados financeiros com a nova instituição, por meio das regras seguras do Open Banking, a pessoa já traz todo seu histórico com o outro banco e é como se ela já movimentasse a conta na nova instituição há muito tempo. Essas informações compartilhadas são avaliadas pelo novo banco, o que abrevia a análise de crédito.

Como o Open Banking ajuda na liberação de um empréstimo pessoal

02_Mobile_Emprestimo_Open_Banking.jpg

Ao levar seus dados financeiros de uma instituição para outra, por meio do Open Banking, o novo banco vai conhecer mais rapidamente seu histórico, algo que demoraria muito tempo para conhecer.

Com isso, se num primeiro momento essa nova instituição ofereceu um empréstimo pré-aprovado com valor mais baixo, ao receber mais informações essa instituição pode entender que é possível liberar um valor maior de empréstimo para o cliente.

Um exemplo prático: supondo que o banco que só possuía informações consideradas “externas” do cliente, como o score de crédito, ao avaliar o cliente, ofereceu um crédito pessoal pré-aprovado no valor de R$ 1.000. 

Ao passar a receber informações de transações realizadas com outro banco, por meio do compartilhamento de dados do Open Banking, autorizado pelo cliente, a área de crédito pode identificar novos dados, o fluxo de caixa pessoal dessa pessoa e avaliar que é possível liberar um valor maior de empréstimo.

Vale lembrar que toda oferta de crédito depende de análises prévias da instituição, estabelecidos de acordo com seus próprios critérios.

Dados a serem compartilhados para conseguir o empréstimo 

Por meio do Open Banking, o cliente pode escolher quais dados quer compartilhar com uma instituição participante do sistema. De acordo com o BACEN, atualmente um cliente pode compartilhar:

  • seus próprios dados atualizados de cadastro, tais como nome completo, CPF/CNPJ, telefone, endereço; e

  • transações relativas aos produtos e serviços relacionados à conta corrente ou bancária, cartão de crédito e operações de crédito.

Cada instituição pode solicitar dados diferentes para favorecer essa análise e ajudar na obtenção do empréstimo pré-aprovado com um valor maior. Mas, quanto mais dados a pessoa compartilhar, melhor será a análise do crédito.  

Como é feito o compartilhamento dos dados no Open Banking

03_Mobile_Emprestimo_Open_Banking.jpg

O Banco Central informa que as instituições participantes só podem compartilhar dados e serviços de clientes que tenham pedido o compartilhamento. E isso só pode ser feito ao cumprir as seguintes etapas:

  1. Consentimento

  2. Autenticação

  3. Confirmação. 

Todas essas etapas precisam ser realizadas em canais eletrônicos, com absoluta segurança e de forma sucessiva e ininterrupta.

Portanto, atenção: se alguém entrar em contato com você por telefone pedindo seus dados para compartilhar por meio do Open Banking, não forneça! Provavelmente é um golpe.

Precisa de dinheiro? Consiga empréstimo na hora, pelo celular e sem pegadinhas. Contrate agora com o Banco PAN!