Como funciona a máquina de cartão

Entender o funcionamento da máquina de cartão ajuda na organização financeira do empreendedor

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

Quem possui empresa ou mesmo é profissional autônomo pode contar com um recurso importante na hora de vender produtos e serviços: a maquininha para pagamentos com cartões. Mas muita gente não sabe bem como é o funcionamento da máquina de cartão.

É importante para quem lida com vendas ou comercializa produtos ou serviços saber como funciona o recurso, pois isso pode impactar na organização financeira da empresa.  

Além disso, usar a maquininha traz uma série de vantagens e permite oferecer mais uma opção de pagamento para os clientes. Então, se você possui esse recurso, poderá vender também para quem utiliza cartões para pagamentos.

Veja como é o funcionamento da máquina de cartão, as vantagens de utilizar essa ferramenta e também os tipos de maquininhas disponíveis no mercado.

Como é o funcionamento de uma máquina de cartão
foto destacando máquina de cartão que uma pessoa segura para que um homem encoste seu cartão. O homem aparece ao fundo da imagem, desfocado, usando camisa social branca

Vamos imaginar a seguinte situação: alguém abre a sua empresa em casa e começa a vender comida para retirada no local. Essa pessoa empreendedora, para vender mais, adquire uma maquininha de cartão.

Quem for até lá pode pedir para pagar com cartão de débito ou crédito. Nessa hora, a pessoa empreendedora pega a maquininha de cartão, que é um instrumento que faz a conexão entre:

  • Os consumidores, que pagam com cartão e liberam o desconto ou cobrança com uso de senha ou outro tipo de código para autorizar a compra ou ainda pagam por aproximação com a máquina, no caso de pagamentos com cartão contactless;

  • O estabelecimento comercial, que é a empresa ou profissional que oferece o produto ou serviço a ser pago com cartão;

  • A credenciadora (também chamada de operadora ou adquirente), que é a empresa da máquina de cartão, que facilita a troca de informações entre a maquininha do estabelecimento comercial, a empresa do cartão e os bancos dos consumidores e do comércio;

  • A empresa de cartão de débito ou crédito, também chamada de instituidor do arranjo de pagamento, que possui a bandeira do cartão e define algumas regras de uso;

  • Os bancos, tanto de quem emitiu o cartão usado pelo consumidor quanto aquele  em que a empresa que está fazendo a venda possui conta e para onde vai o dinheiro.

Durante uma venda, o comércio oferece a máquina, o consumidor paga com cartão, e, quando o cartão é passado e a transação autorizada, as informações são enviadas para a credenciadora.

Ela se conecta à empresa da bandeira do cartão para saber qual foi o banco emissor e, em seguida, verificar se a transação pode acontecer (se existe saldo ou limite suficiente, por exemplo). Se estiver tudo certo, aparece na maquininha a famosa mensagem: “transação autorizada”.

Agora, a máquina emite o recibo (papel ou mensagem eletrônica que traz valores, datas e informações sobre a transação) e a venda é finalizada. Todas essas trocas de informações acontecem digitalmente, então a máquina precisa ter conexão com wi-fi ou sinal de telefonia.

É importante considerar que tanto os bancos quanto as empresas da maquininha e da bandeira podem cobrar taxas de quem contrata seus serviços. Além disso, algumas têm condições específicas de prazos para depositar o dinheiro na conta dos comerciantes.

Então se você está em busca de um aparelho para aceitar transações com cartões, veja direitinho se há mensalidades ou aluguel para aquisição da maquininha e também taxas em relação a valores de vendas ou por transações.

Tipos de máquina de cartão
Entregador de delivery usa celular para receber pagamento de uma cliente. O homem é branco, veste equipamento de entrega e blusa vermelha. A cliente é branca, tem cabelo liso preso para trás e veste camiseta rosa e blusa azul claro. Ambos estão em entrada de casa

Existem no mercado alguns tipos de máquinas de cartão. Eles vão de modelos com tecnologia mais simples até opções que trazem outras funcionalidades.

  • POS

A máquina POS (Points of Sales, ou ponto de venda, em tradução livre) é aquela conectada a uma linha de telefone, que imprime nota fiscal. É o tipo mais comum que vemos por aí em estabelecimentos comerciais.

  • POS Wireless

Esse tipo é parecido com o anterior, mas a máquina funciona com conexão Wireless, ou seja, sem fio. Vale lembrar que, para funcionar bem, o aparelho tem que estar conectado a uma boa rede de wi-fi. Há ainda a opção de conexão via chip de celular.

  • POO

O funcionamento das máquinas POO (Point of Outdoor, algo como ponto externo em tradução livre) é igual ao das POS, mas não precisam de fio. São comuns no delivery, para clientes não precisarem ir até o caixa pagar. Ela usa chip de celular para funcionar.

  • TEF

As máquinas TEF (Transferência Eletrônica de Fundos) usam um sistema que pega as informações das transações e manda para sistemas de empresas de cartões pela internet. Em geral, a máquina é instalada no computador do caixa do comércio.

  • Bluetooth

Nesse modelo, o comerciante se conecta por meio de sua linha de celular, ativando a função bluetooth do aparelho e, assim, usando sua linha para estabelecer o contato com a credenciadora e o banco.

Por que adquirir uma maquininha de cartão?
foto de três pessoas conversando em balcão de loja, com prateleiras ao fundo. Um homem é negro, tem dreads e usa avental. Outro homem é branco, tem cabelo curto e veste camiseta preta. A mulher é negra, tem cabelo loiro crespo, usa óculos e veste blusa azul

A máquina de cartão pode aumentar a confiança dos clientes no negócio, pois em geral  aumenta a sensação de segurança nas transações, já que tudo é feito eletronicamente e com autorização de senha. 

Além disso, nem o comércio nem os clientes precisarão lidar com dinheiro em papel, o que pode evitar a ação de criminosos. 

Ao mesmo tempo, é mais fácil para o empreendedor mandar dinheiro para sua conta ou transferir a grana do que depositar dinheiro em papel no caixa eletrônico.

Receber pagamentos com cartão é mais rápido e prático. Uma das vantagens é não precisar de troco. 

Outro benefício é que muitos cartões e máquinas aceitam a tecnologia de aproximação. Então basta aproximar o cartão da maquininha para fazer pagamentos, dependendo do caso.

Muitas maquininhas aceitam várias bandeiras e cartões como vale-alimentação ou refeição. Com isso, os comerciantes podem receber pagamentos de mais clientes, pois quanto mais tipos de cartões o comércio aceitar, mais chances de vender.

Os pontos de atenção para quem deseja adquirir uma maquininha são:

  • O tempo para que o aparelho seja liberado e chegue até você;

  • A cobrança de valores como aluguel e taxas por transação;

  • A qualidade do sinal ou wi-fi, que pode atrapalhar as vendas.

Confira se todos esses aspectos estão de acordo com o que a sua empresa precisa. Caso esteja tudo certo, então aproveite as vantagens da máquina de cartão e aumente as chances de vender cada vez mais.

Além de entender como funciona a máquina de cartão, é importante saber como manter um negócio de acordo com a lei. Por isso, saiba qual é o passo a passo para formalizar a sua empresa!