PIX Saque e PIX Troco começam a valer na segunda (29)

Novo serviço vai permitir que clientes obtenham dinheiro em espécie em estabelecimentos comerciais. Haverá limites de valor diurno e noturno

Mais crédito
para você
Por Redacao PAN

O Banco Central (BACEN) publicou no Diário Oficial da União desta sexta-feira (26) a regulamentação do serviço de PIX Saque e PIX Troco, que passa a valer a partir da próxima segunda-feira (29).

A nova funcionalidade do PIX vai permitir que clientes bancários obtenham dinheiro em espécie em estabelecimentos comerciais como:

  • padarias
  • supermercados
  • postos de combustíveis
  • lojas
  • entre outros.

Mas atenção: nenhum estabelecimento é obrigado a oferecer esses serviços.

Por isso, é importante observar se o local em que você deseja usar PIX Troco ou PIX Saque aderiu à modalidade e qual o limite máximo de troco ou saque. Os comércios não poderão cobrar pelo serviço, mas também não são obrigados a oferecer as operações.

A exceção fica para estabelecimentos que já oferecem o PIX Cobrança: eles serão obrigados a disponibilizar o PIX Saque.

Como é o funcionamento do PIX Saque e do PIX Troco

Imagem mostra a mão de uma pessoa branca escaneando um QR Code com um celular. Em primeiro plano, porém distorcida, está a mão dessa pessoa segurando o aparelho. Em segundo plano, mas com foco, está um papel branco com o QR Code

A ideia do PIX Saque é que seja possível sacar dinheiro em estabelecimentos comerciais, serviços de saque e bancos. Como diz o Banco Central, “o usuário do PIX poderá sacar dinheiro em uma padaria, um estacionamento ou em um caixa eletrônico”.

Funcionará assim: o local que atuar como agente de saque (oferecendo o PIX Saque) vai disponibilizar um QR Code ou a função PIX Copia e Cola para uma pessoa que queira sacar dinheiro. Quando o cliente fizer o PIX, receberá os valores em espécie.

Já o PIX Troco é a transação que poderá ser oferecida por estabelecimentos em operações de compra ou prestação de serviço, segundo o Banco Central.

Numa transação, quem fizer uma compra poderá pagar, via PIX, um valor maior do que aquele cobrado por determinado produto ou serviço. Assim, receberá o troco com dinheiro em espécie.

Vamos supor que você vai pagar uma conta em supermercado com PIX e está sem dinheiro vivo na carteira. Com o PIX Troco, será possível juntar as duas operações em uma só: você paga a compra no caixa e informa que deseja o PIX Troco.

Assim, é possível pagar por meio eletrônico um valor mais alto, e o estabelecimento dá o troco em dinheiro.

Um exemplo prático: se uma pessoa faz uma compra de R$ 40 no mercado e percebe que está sem nenhum dinheiro vivo na carteira, ela poderá fazer um PIX de R$ 50 para o estabelecimento e ainda levar o troco em uma nota de R$ 10.

Terei que pagar para fazer essas operações?

De acordo com o BACEN, os usuários terão direito a até 8 transações gratuitas mensais, pelo PIX Saque ou pelo PIX Troco.

Além disso, a entidade diz que não terá um máximo de quantidade de saques, mas que haverá limites por saque realizado.

Há limite diurno e noturno do PIX Saque e PIX Troco?
Imagem mostra com zoom diversas cédulas de R$ 100 enfileiradas. Na imagem, aparecem com clareza 3 cédulas, sendo que há um pequeno pedaço de uma quarta nota ao fundo. Como as notas estão dispostas uma em cima da outra e a imagem não mostra o fim delas, mas sim um fragmento, dá a sensação de que há uma continuidade de cédulas

Sim, há valores-limite para fazer as duas operações. Esses valores foram estabelecidos pelo Banco Central.

O limite máximo do PIX Saque e PIX Troco durante o dia será de R$ 500. Já no período noturno, das 20h às 6h, o limite será de R$ 100.

No entanto, o Banco Central esclareceu que cada estabelecimento que oferecer os serviços terá liberdade para trabalhar com limites inferiores, caso considere mais adequado aos seus fins.

Isso quer dizer que nenhum estabelecimento que ofertar os 2 serviços será obrigado a dar um limite máximo de R$ 500 durante o dia.

Vamos tomar como exemplo um pequeno negócio: se este estabelecimento julgar que é mais adequado para o seu fim oferecer um limite menor do que R$ 500 durante o dia, poderá fazê-lo.

Aproveite para ver aqui que o PIX é seguro, tirando 4 dúvidas sobre esse meio de transferência de recursos.