Veja onde tem vale-gás e como receber

Alguns estados lançaram benefício para ajudar famílias de baixa renda

Controle
Seus Gastos
Por Rodrigo Chiodi

O estado de São Paulo lançou nesta quinta-feira (17) o programa social vale-gás. A medida visa auxiliar famílias de baixa renda a terem abastecimento de gás de cozinha. Além de São Paulo, outros 2 estados oferecem o benefício: Ceará e Maranhão. 

Esses programas buscam minimizar o impacto dos recentes aumentos no valor do gás de cozinha. Somente neste ano, a Petrobras anunciou 5 reajustes no preço do produto para as refinarias. O último passou a valer no dia 14 de junho.

O valor do botijão de 13 kg do GLP (gás liquefeito de petróleo) chegava a R$ 125 na região Centro-Oeste, segundo pesquisa da ANP (Agência Nacional de Petróleo) entre os dias 6 e 12 de junho.

Como funciona o vale-gás em cada local 

Vários botijões de gás armazenados em pilhas de 4 botijões cada 

  1. São Paulo

Em São Paulo, o governo informou que as famílias devem estar inscritas no Cadastro Único e ter renda mensal por pessoa de até R$ 178,00. No entanto, para receberem o benefício, elas não podem fazer parte do Bolsa Família.

Serão 3 parcelas bimestrais de R$ 100 cada uma. O governo não detalhou como será feito o pagamento. 

Para saber se poderá ser inserido no programa, o cidadão deve entrar no site oficial do vale- gás paulista e consultar se pode receber o benefício. 

O governo de São Paulo informou que o site já está disponível e “basta digitar o número do NIS (Número de Inscrição Social) para ter acesso às informações”.

  1. Ceará

No Ceará, o vale-gás já atende desde abril 245.966 famílias. O estado entrega tíquetes nas unidades de Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). 

Podem receber o vale:

  • as famílias que estão no Cartão Mais Infância; 

  • inseridas no Cadastro Único e beneficiárias do programa Bolsa Família com renda per capita igual ou inferior a R$ 89,34; e 

  • os jovens inseridos no programa Superação.

Para saber se você tem direito ao  vale-gás do Ceará e ter acesso à data de retirada do benefício, consulte o site do governo com informações do programa  ou ligue para 156 e informe o CPF.

O governo do Ceará informou que, para receber o vale, é preciso apresentar documento oficial com foto e comprovante de endereço. Os vales só serão entregues no dia e local agendados previamente. Portanto, o beneficiário só deve ir ao local no dia e turno confirmados, para evitar aglomerações. O uso de máscara de proteção é obrigatório.

Com o vale-gás na mão, o beneficiário pode ir à revenda da Nacional Gás mais próxima ou ligar para o canal de atendimento da empresa: 0800 702 1200 e 0800702 1300. 

Para receber a recarga, é preciso estar com um botijão vazio e com o vale-gás. O tíquete precisa ser entregue ao revendedor.

  1. Maranhão

No Maranhão, o vale-gás atende a cerca de 119 mil famílias em 207 municípios. O estado define que o beneficiário precisa estar inscrito no Cadastro Único para ter direito a até 3 vales para fazer recarga de botijão de 13 kg.

Para o cidadão consultar se tem direito ao benefício, além de saber local de recebimento do vale e posto de recarga, é preciso acessar o site do programa

Nele, é preciso inserir, obrigatoriamente, o NIS e a data de nascimento. 

O governo federal não tem um programa específico para ajudar na compra de gás. As famílias afetadas pela pandemia recebem o auxílio-emergencial. Mas quem parou de receber o benefício pode tentar recorrer, até o dia 22, para voltar a ganhar o valor.