Auxílio emergencial será prorrogado por mais 3 meses

Benefício será pago a trabalhadores sem renda até outubro; saiba mais

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

O governo federal vai prorrogar por mais 3 meses o pagamento do auxílio emergencial 2021. A decisão está em decreto publicado na edição desta terça-feira (6) do Diário Oficial da União. Com isso, serão no total 7 parcelas de auxílio pagas neste ano.

O auxílio emergencial foi instituído em 2020 para ajudar na sobrevivência de famílias de baixa renda impactadas pela pandemia do coronavírus. Como a emergência sanitária ainda está em vigor, o benefício foi instituído neste ano também. 

Inicialmente, o auxílio seria pago até este mês de julho, em 4 parcelas mensais. Era o previsto na Medida Provisória 1.039/2021, que estabeleceu o pagamento para este ano. O decreto informa que o benefício será concedido por mais 3 meses nas mesmas condições. 

Desta forma, devem receber o auxílio por mais 3 meses trabalhadores que:

  • não estejam com emprego com carteira assinada;
  • tenham renda familiar per capita de até meio salário mínimo;
  • tenham renda familiar total de 3 salários mínimos;
  • não estejam recebendo benefícios previdenciários, assistenciais ou trabalhistas, à exceção do programa de abono salarial e do Bolsa Família.

Segundo o governo federal, um total de 39,3 milhões de famílias foram beneficiadas com o pagamento do auxílio neste ano. 

O Ministério da Cidadania informou que o calendário das 3 novas parcelas ainda será divulgado. 

Valor das novas parcelas do auxílio emergencial

Nota de R$ 50 dobrada sobre uma superfície preta no centro da imagem,  com moedas de 10 centavos no canto direito e uma nota de R$ 10 à esquerda, também cmo 2 moedas de 10 centavos 

Como o decreto que prorrogou o auxílio emergencial manteve as mesmas condições do benefício instituído em março, as 3 novas parcelas do benefício serão pagas da seguinte forma:

  • R$ 150 para pessoas que moram sozinhas;
  • R$ 250 para famílias com mais de uma pessoa;
  • R$ 375 para famílias com mais de uma pessoa e que são chefiadas por mulheres.

Importante ressaltar que, neste ano, apenas uma pessoa por família vai receber o pagamento.

Saque liberado a nascidos em abril 

O calendário da parcela 3 do auxílio emergencial continua em andamento. Nesta terça-feira (6), o saque e transferência de recursos para nascidos em abril foi liberado. 

Esse grupo recebeu o crédito do benefício no dia de junho, na conta de poupança social digital. Os recursos só podiam ser movimentados até então pelo aplicativo Caixa Tem. Com ele, é possível pagar contas, boletos e fazer compras em algumas lojas e supermercados. 

Veja abaixo o calendário da liberação para saque da parcela 3 do auxílio emergencial 2021. 

Infográfico mostra o calendário de saques da 3ª parcela do auxílio emergencial, de acordo com o mês de nascimento dos beneficiários 

Para sacar os recursos do auxílio emergencial, o beneficiário deve seguir os passos abaixo:

  • Faça login no aplicativo Caixa Tem e escolha a opção “saque sem dinheiro”;
  • Depois, escolha “gerar código de saque”;
  • Na sequência, coloque a senha para ver o código de saque que aparece na tela do celular. O código vale por 1 hora;
  • Vá até uma agência da Caixa ou lotérica para realizar o saque, e informe o código de saque.

Em caso de dúvidas, a Caixa oferece atendimento telefônico pelo número 111, todos os dias, das 7h às 22h, e também o site auxilio.caixa.gov.br.

Bolsa Família tem calendário diferente 

Os beneficiários do auxílio emergencial que também estão incluídos no Bolsa Família recebem os depósitos por um critério um pouco diferente. O calendário de pagamentos varia conforme o final do Número de Identificação Social (NIS) – e não pelo mês de aniversário.

Já os saques para essas pessoas ocorrem nos últimos 10 dias úteis de cada mês, também com base no dígito final do NIS. 

Além disso, vale lembrar que o governo federal só paga 1 dos 2 benefícios. Sempre o de maior valor. Ou seja: se o valor do auxílio emergencial for maior que o do Bolsa Família, o beneficiário receberá o valor do auxílio.