Pesquisa mostra que renda média do trabalho no Brasil é a menor desde 2017

Estudo da consultoria IDados feito com números do IBGE revela diminuição de 7% na renda no 2º trimestre deste ano

Controle
Seus Gastos
Por Redacao PAN

A renda média dos trabalhadores brasileros com algum tipo de ocupação atingiu no 2º trimestre deste ano o patamar mais baixo desde 2017, fechando em R$ 2.433,80. É isso o que mostra uma pesquisa realizada pela consultoria IDados e enviada ao Blog Amigo do Dinheiro.

O valor médio da renda dos trabalhadores no 2º trimestre de 2021 representa uma redução de 7% na comparação com o mesmo período do ano passado (R$ 2.613,90), quando o país passava por um dos piores momentos da pandemia do novo coronavírus. 

A consultoria é especializada na produtividade de empresas, organizações públicas e do terceiro setor e elaborou o estudo com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) do segundo trimestre, por sua vez realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Veja abaixo a evolução da renda média dos trabalhadores brasileiros no 2º trimestre de cada ano, de acordo com a consultoria IDados. 

  • 2014: R$ 2.452,20

  • 2015: R$ 2.450,70

  • 2016: R$ 2.360,30

  • 2017: R$ 2.399,10

  • 2018: R$ 2.444,70

  • 2019: R$ 2.437,00

  • 2020: R$ 2.613,90

  • 2021: R$ 2.433,80

Os efeitos da inflação do período já foram descontados desses valores acima. 

A mesma pesquisa do IDados também permite a comparação da renda média de acordo com a categoria de ocupação (com carteira assinada, sem carteira, empregador, etc.)

Veja abaixo a diferença entre a renda média das categorias, numa comparação entre o 2º trimestre de 2020 e deste ano:

  • Com carteira: R$ 2.491 (2020) / R$ 2.396 (2021);

  • Sem carteira: R$ 1.588 (2020) / R$ 1.513 (2021);

  • Conta própria informal: R$ 1.500 (2020) / R$ 1.423 (2021); 

  • Conta própria formal: R$ 3.240 (2020) / R$ 3.170 (2021); 

  • Setor público: R$ 4.580 (2020) / R$ 4.478 (2021); 

  • Empregador: R$ 6.780 (2020) / R$ 6.006 (2021). 

A análise dos dados acima mostra que houve uma redução da renda média para todas as categorias na comparação entre o 2º trimestre de um ano (2020) com o outro (2021).

Uma curiosidade do levantamento é que os trabalhadores da administração pública foram na contramão de todos os restantes e atingiram, no 2º trimestre de 2021, o maior patamar de renda média da história: R$ 4.697,90. 

No mesmo período do ano anterior, esses profissionais tinham R$ 4.630,40 de renda média. O recorde da média de renda deles para esse período tinha sido em 2019: R$ 4.673,60.

Para efeitos de comparação, trabalhadores da área de construção tiveram uma redução de R$ 2.087,30 para R$ 1.778,00 na passagem do 2º trimestre de 2020 para o mesmo período de 2021. A redução é de 14,81%.

Como ganhar dinheiro extra

 Um homem com máscara e capacete faz uma entrega para uma outra pessoa, que aparece com o braço estendido para receber a encomenda

Se você foi atingido pela pandemia e teve redução da sua renda, saiba que não está sozinho nessa. E há algumas maneiras de ganhar um dinheiro extra, mesmo num período tão difícil como este. 

Veja abaixo algumas dicas para levantar uma grana na pandemia:

  • Dirigir para aplicativos de entrega

  • Dar aulas online

  • Vender roupas e outros acessórios usados

  • Oferecer trabalho como freelancer em sites

  • Passear com cachorros

Aliás, falando na venda de produtos usados, a abertura de negócios voltados a esse tipo de serviço cresceu 48,5% no primeiro semestre deste ano, de acordo com pesquisa do Sebrae. 

Se você quiser saber mais detalhes sobre como fazer uma renda extra com esse tipo de venda, dê uma olhada nas dicas que estão aqui.