Liberdade financeira: é possível alcançar no Brasil?

Sim, mesmo com todas as dificuldades, dá pra chegar na tão sonhada liberdade financeira se você se preparar

Zero
Dívida
Por Redacao PAN

Chegar ao fim do mês e ver que não sobra dinheiro é desagradável e deixa qualquer pessoa mais vulnerável diante de imprevistos. Uma forma de isso não acontecer é alcançar a liberdade financeira, que traz mais possibilidades para usar a sua grana.

Isso não significa nadar em dinheiro: ter liberdade em relação ao dinheiro significa poder escolher. Quem é livre pode ir e vir para onde quiser, e o mesmo acontece com a liberdade financeira: ela permite ter mais possibilidades para escolher o que fazer com sua grana.

Quer viajar? Está a fim de comprar uma roupa legal? Deu vontade de ir a um restaurante caro? Quer acumular grana para um intercâmbio? Com liberdade financeira, tudo isso pode ser feito sem medo de faltar dinheiro no final do mês para pagar as contas.

A gente sabe que isso pode não ser fácil no Brasil. Os dados mostram que, por aqui, nem todo mundo possui renda e milhões de pessoas estão desempregadas

Além disso, muita gente até possui emprego, porém sofre por não ganhar o suficiente para superar a inflação, que deixa produtos e serviços mais caros.

Ainda existe o caso de quem possui emprego e renda, mas se afundou em dívidas e, por causa disso, não consegue usufruir do dinheiro que entra na conta.  

O Brasil não é para amadores, mas quem tem sonhos, objetivos e se organiza consegue atingir a liberdade financeira. Existem formas de chegar lá e todo o esforço em direção a esse ideal pode ser recompensador. 

Como conseguir liberdade financeira?

foto mostra homem olhando com atenção para um papel e mulher com o mesmo olhar para um tablet. O homem é branco, tem cabelo e barba pretos e usa camiseta laranja. A mulher é branca, tem cabelo preto curto, usa óculos e camisa branca. Eles estão sentados diante de mesa com estante e janela ao fundo.

  1. Entenda a sua relação com dinheiro

Quanto você ganha e quanto gasta por dia, por semana e por mês? Qual é o valor anual dos seus rendimentos? Qual a quantia de salário e outras fontes de renda que entram na sua conta? O que te faz gastar mais do que deveria?

Essas são algumas das perguntas que você precisa responder para começar seus planos de liberdade financeira. Entenda quais seus ganhos, gastos, dívidas e despesas fixas e variáveis. Isso é um bom começo para organizar as finanças.

  1. Diminua gastos fixos e variáveis

Depois de saber qual é sua relação com dinheiro, é hora de enxugar gastos. Dá para fazer isso a partir das despesas fixas, que são aquelas que, todo mês, devem ser pagas. 

Aluguel, contas de energia elétrica, de água, internet e supermercado são exemplos de despesas fixas. Vale lembrar que o valor pode ser sempre o mesmo (como uma parcela de financiamento, por exemplo) ou variável (caso das compras de mercado).

Um bom planejamento financeiro envolve uma relação de todos os seus ganhos e despesas no mês. Ele pode ser feito com papel e caneta, planilha ou mesmo aplicativos que ajudam na visualização de gastos e possibilitam acompanhar para onde seu dinheiro vai.

Com o planejamento, a organização financeira fica mais fácil de ser feita. Afinal, será possível ver quais as despesas que consomem boa parte do seu orçamento e onde é possível reduzir custos ou mesmo eliminar gastos.

Também dá para distribuir os seus ganhos de forma proporcional a cada gasto. Com um bom planejamento, fica mais fácil seguir algumas regras que são boas formas de trazer liberdade financeira, como a regra 50-15-35.

  1. Pague ou reduza dívidas em aberto

Muitas vezes, dívidas são contraídas para realizar sonhos, seja ao usar o cartão de crédito para uma grande compra ou ao adquirir um financiamento de imóvel ou de veículo, por exemplo. O problema é não conseguir pagar essas dívidas.

Além disso, se não houver um bom controle financeiro, contrair dívidas demais pode fazer uma pessoa ficar perdida em relação a qual  parcela dos ganhos é usada para pagar seus compromissos financeiros.

Por isso, caso esteja inadimplente com alguma dívida ou elas já estejam consumindo boa parte do seu orçamento, é hora de renegociar ou mesmo quitar tudo ou parte dessas dívidas.

Além de enxugar gastos, outra medida que ajuda a conquistar mais liberdade financeira é aumentar os ganhos. Dá pra fazer isso com bicos ou trabalhos paralelos que vão trazer mais dinheiro para a sua conta.

Usar os finais de semana para ganhar um extra, começar a empreender ou vender objetos usados são algumas formas de aumentar o rendimento. Com isso, vai entrar mais grana para você escolher como usar, além do dinheiro que já é usado no pagamento das contas.

foto de uma mão colocando moedinha dentro de porquinho branco, para simbolizar o aumento de reserva de emergência para permitir a liberdade financeira.

Uma reserva de emergência vai te salvar diante de muitos imprevistos que podem acontecer. Caso precise de dinheiro rápido para resolver um problema imediato, essa grana poderá ser usada sem a necessidade de comprometer o orçamento.

Além de começar, é bom aumentar os valores dessa reserva, pois a gente nunca sabe o tamanho do imprevisto que pode aparecer. Diante de uma questão de saúde, ajuda para alguém, perda de renda ou outra, esse dinheiro pode ser bem-vindo.

  1. Comece a investir e diversificar

Fazer investimentos é outra maneira de obter mais renda. Ao aplicar dinheiro, você “empresta” grana para empresas e, em troca, elas te dão uma recompensa em forma de juros.

Existem diversos tipos de investimentos para os mais variados objetivos e perfis. Vale a pena escolher o seu e, com isso, colocar o dinheiro para render. Com isso, mais grana entrará na sua conta ao longo do tempo.

Quando dizer que a liberdade financeira foi atingida?

foto de uma moeda de 1 real sobre notas de 50 reais, ao lado de 3 moedas de 50 centavos.

A liberdade financeira pode ter diferentes características para cada pessoa. Isso porque cada um sabe qual é o tipo de padrão de vida que deseja manter, quais sonhos quer realizar e o quanto deseja trabalhar para conseguir renda.

Com isso, dizer quando a liberdade em relação a dinheiro chegou é relativo e depende das suas motivações pessoais. De forma geral, é possível dizer que essa libertação chega quando o dinheiro recebido sobra no orçamento e, com isso, é possível usá-lo com mais flexibilidade.

Em vez de trabalhar para pagar as contas e não sobrar nada depois ou até faltar, dá para bancar passeios e outras opções de lazer sem medo de faltar dinheiro no orçamento, por exemplo.

A liberdade financeira também pode significar um momento no qual é permitido se dar alguns luxos, comprar mercadorias sem peso na consciência e também ter mais autonomia para direcionar a grana que entra na conta.

É importante dizer que liberdade financeira e independência financeira podem até ser ideias parecidas, afinal ambas têm relação com o fato de não ser dependente de grana para viver. Porém, existe uma diferença entre os dois conceitos:

  • a liberdade financeira significa ter mais possibilidades de escolha do que fazer com seu dinheiro, ou seja, há mais flexibilidade e autonomia em relação às finanças pessoais;

  • a independência financeira tem mais relação com não precisar trabalhar para obter renda. Isso significa construir um patrimônio (por meio de investimentos, por exemplo) que traga retorno suficiente para substituir salário ou dinheiro de trabalho.

 

Por falar nesse tema, veja também 5 passos para alcançar a independência financeira!